fevereiro 19, 2020

O signo de Peixes, o signo de número 12 na roda do zodíaco: suas características e compatibilidades.

  • Início
  • Blog
  • Astrologia
  • O signo de Peixes, o signo de número 12 na roda do zodíaco: suas características e compatibilidades.

O símbolo do signo de Peixes

O signo de Peixes tradicionalmente carrega em seu simbolismo dois peixes que nadam em direções opostas, mas ligados ao centro, representando a fluidez de sua natureza.

Correspondências do signo de Peixes

Datas: 19 de Fevereiro – 20 de Março

Casa Astrológica: 12° – O Inconsciente

Planetas: Júpiter e Netuno

Elemento: Água

Qualidade: Mutável

Signo Complementar: Virgem

Pedra: Ametista

O signo de Peixes: aparência e personalidade.

signo-de-peixes

Se há uma característica marcante desse signo, é o olhar.

Piscianos possuem belos olhos que transmitem suavidade e doçura.

Normalmente o rosto é fino, com traços sedutores.

A aparência física dada por meio dos signos, contudo, pode variar por conta do signo Ascendente, que emana aquilo que os outros observam em nós.

A natureza do Signo de Peixes é expressada de modo compassivo, mas intenso.

Normalmente, piscianos têm forte ligação com o inconsciente e o mundo espiritual. Sua intuição aguçada acaba por absorver facilmente a energia de ambientes e pessoas, por isso a empatia é um dom e um carma das pessoas desse signo.

Elas se tornam “esponjas” psíquicas e podem sofrer com os problemas dos outros, além de terem que enfrentar os seus.

O signo de Peixes no amor deve tomar cuidado para não absorver energias demais do parceiro/a.

O signo de Peixes e suas qualidades e desafios.

Aqui é melhor usar a palavra “desafios” do que nos referirmos a “defeitos”, afinal todos os signos possuem polaridades positivas e negativas, como tudo o que existe no universo.

Uma grande qualidade do signo de Peixes é justamente a percepção das energias. Mas como o próprio símbolo do signo já mostra: dois peixes em lados opostos, porém com uma ligação entre eles; fica claro que, ao mesmo tempo que possuem forte intuição, os piscianos podem se perder no mundo das ideias e emoções, criando ilusões, desconfianças e vitimismo sobre as intenções de outras pessoas e/ou sobre a própria vida.

Entre os cuidados que esse signo deve cultivar, temos a tendência a usar “válvulas de escape” quando se decepcionam com alguém ou não lidam bem com alguma situação impactante na vida.

Pode ocorrer uma queda que os conduz para certos vícios como drogas, problemas com alcoolismo ou mesmo rumo a uma dependência emocional que pode desencadear profundas tristezas ou mesmo depressão.

São geralmente considerados confusos e desorganizados. Os apartamentos e casas dos nativos do signo de Peixes quase nunca são bem arranjados.

No entanto, essa “desordem” é indispensável para este signo: é uma forma diferente de dispor as coisas; pode-se dizer que é aquela “bagunça organizada”, pois há uma ordem que só os piscianos entendem.

O desinteresse pela ordem preestabelecida permite que Peixes explore aspectos da existência que, em geral, são considerados tabu por outros signos.

São, de fato, capazes de explorar positivamente os seus próprios erros e os dos outros, de ver os problemas como oportunidades e, sobretudo, de se adaptarem ao inesperado como nenhum outro signo consegue fazer.

O signo de Peixes também é muito altruísta: ele tem dentro de si uma espécie de enfermeira da Cruz Vermelha ou um espírito de caridade inato que o leva a saber ouvir e compreender o próximo.

Geralmente piscianos são também bastante criativos e ligados às artes, como dança, música, pintura, desenho e poesia; enfim, a todo tipo de arte que expressa suas emoções e imaginação.

O signo de Peixes no Amor

Os nativos do signo de Peixes são amantes intensos. Apesar de transmitirem uma natureza mais passiva, os piscianos no amor se entregam e amam na com grande intensidade.

São em geral inseguros, pois não confiam imediatamente nas pessoas, mas por outro lado, quando se apaixonam, podem se tornar ingênuos e tendem a aceitar facilmente o que um companheiro exige durante uma relação.

O signo de Peixes no amor costuma cultivar a intimidade, na qual encantam e se permitem ser encantados também.

O romantismo é essencial para manter os piscianos envolvidos num relacionamento mais sério. O signo de Peixes no amor valoriza o carinho, a atenção, o zelo, os gestos afetuosos.

Peixes é considerado o signo feminino por excelência (embora homens de grande poder ao longo da história tenham pertencido a este signo), pois é na fantasia típica ligada à feminilidade que os piscianos encontram inspiração para seus golpes de gênio.

O signo de Peixes no amor se envolve portanto de forma mais feminina (o que, no caso dos homens, não quer dizer afeminada), receptiva, abrangente, imaginativa, com paixão, entusiasmo, poesia e romantismo. Podem ser aquelas pessoas que compõem versos e músicas para o parceiro. Ou que desenham retratos dele/a.

Às vezes, no entanto, o signo de Peixes no amor pode acabar exagerando, arriscando-se a conduzir suas histórias ao drama.

Os piscianos imaginam uma pessoa ideal em cada parceiro, idealizando o relacionamento; inevitavelmente, mais cedo ou mais tarde, a realidade toma o lugar da fantasia, e certas ilusões tendem a ser destruídas.

A questão aqui é saber não se deprimir, mas aceitar que todas as pessoas, mesmo o ente amado, têm defeitos.

O signo de Peixes no amor deve aprender a reconhecer que as pessoas não são perfeitas.

Segue aqui um grande conselho para quem se envolve com o signo de Peixes no amor: NUNCA se torne um inimigo de pessoas do Signo de Peixes, magoando-as, porque caso se sintam injustiçados ou percebam qualquer tipo de falsidade consigo, sua passividade e receptividade dá lugar à frieza.

Mesmo que sofram (e eles sofrem muito), os nativos de Peixes se deixam tomar por impulsos, raiva e negatividade em relação à pessoa ou situação que os feriu.

Desenvolvem o famoso “ranço”.

Por isso, seja bastante cuidadoso ao lidar com o signo de Peixes no amor. Uma marolinha pode facilmente se transformar em uma terrível tempestade e você não vai querer se afogar!

A complementação do signo de Peixes

Todos os signos possuem seus signos opostos, com energias que se complementam.

A oposição de Peixes é o signo de Virgem, um signo ligado ao elemento terra, que carrega uma natureza mais precisa, com foco e objetividade, além de ser mais realista e pés no chão; características que faltam no signo de Peixes.

Piscianos que trabalham bem com a complementação do signo de Virgem, e é bom que façam isso, para não se perderem no mundo dos sonhos, tornam-se pessoas mais equilibradas.

O signo de Peixes no amor, vamos nos lembrar do que falamos acima, aprende através dessa complementação a atrair aspectos mais práticos para o relacionamento e pode, através da lógica, se machucar menos.

Profissões ligadas ao signo de Peixes

Piscianos podem se dar bem como atores, cantores, músicos, escritores e pintores. Como já citado, todo tipo de arte os encanta e eles tendem a gostar de expressar seus talentos.

Já considerando sua natureza intuitiva e compassiva, outras carreiras que podem atrair os piscianos são: atuar como terapeutas holísticos ou psicólogos; trabalhar como enfermeiros e médicos.

Sua forte ligação com a espiritualidade e o misticismo também pode torná-los excelentes astrólogos, tarólogos e sacerdotes de centros espiritualistas e de diferentes religiões.

Piscianos também gostam de se envolver com trabalhos voluntários, com comunidades ou de estar em meio à natureza. Gostam de se sentir úteis e de fornecer auxílio a outras pessoas.

Compatibilidade do signo de Peixes com os outros 12 Signos

peixes-com-outros-signos

Peixes e Áries: pode ser conflitante o convívio. A impulsividade e o modo direto de se expressar de Áries pode assustar Peixes, do mesmo modo que a passividade de Peixes pode entediar Áries.

Peixes e Touro: pode ser interessante essa sinastria, pois Touro tem mais paciência e compatibilidade com a energia de Peixes, assim como Peixes pode se encantar pelas gentilezas e pelo modo educado de Touro. Inclusive no amor, Touro tende a ser romântico, característica essencial para o Signo de Peixes.

Peixes e Gêmeos: Peixes pode ficar um pouco perdido com a rica comunicação de Gêmeos, mas Gêmeos pode até se identificar com a imaginação e os pontos de vista de Peixes. Podem ser breves colegas.

Peixes e Câncer: Ambos do Elemento Água, podem se identificar e os sentimentos fluírem. Para um relacionamento, pode dar certo se Peixes compreender a necessidade de atenção de Câncer e este souber lidar com as mudanças de humor de Peixes. Mas de um modo geral, pelo menos uma amizade intensa e verdadeira pode surgir aí.

Peixes e Leão: Peixes pode se sentir ofuscado pelo brilho natural de Leão, mas isso pode também ajudá-lo a se inspirar e a se expressar mais. Leão pode literalmente virar um “gatinho” ao se deparar com os encantos e sutilezas do signo de Peixes.

Peixes e Virgem: toda relação entre signos opostos pode ser 8 ou 80. A complementação pode ocorrer de modo equilibrado e evolutivo para ambos ou simplesmente podem ser tão opostos que simplesmente não ocorre compatibilidade.

Virgem pode gostar ou não dos pontos de vista de Peixes e notar detalhes que o próprio pisciano não captou sobre si, por sua objetividade. Já o signo de Peixes pode gostar ou não, também, da praticidade de Virgem para certas coisas e na tomada de atitudes.

Peixes e Libra: Libra pode se encantar com a doçura do Signo de Peixes. Libra naturalmente gosta de etiqueta, de leveza e romantismo. Peixes também gosta de ser cortejado, de ganhar presentes (presentear uma característica dos librianos), e assim pode surgir um convívio muito respeitoso. No amor, pode ser um relacionamento duradouro e leal.

Peixes e Escorpião: Aqui pode ser complicado, pois Escorpianos são intensos, assim como os Piscianos, mas os níveis dessas intensidades são diferentes.

Escorpião pode ter Peixes em suas mãos, mas é um signo que gosta de dominar e de ser dominado. Portanto, a compatibilidade pode ser breve. Para amizades também é difícil, pelo fato de ambos serem muito fechados no próprio mundo interior.

Peixes e Sagitário: De cara, o Signo de Peixes já pode se incomodar com o espírito livre de Sagitário e o mesmo pode não saber lidar com a necessidade de afeto e acolhimento de Peixes, no caso de um relacionamento amoroso. Mas para uma amizade, pode ser interessante a afinidade de ambos em assuntos profundos como espiritualidade, filosofias de vida, etc.

Peixes e Capricórnio: o Signo de Capricórnio é muito focado na vida material e isso pode transmitir segurança para Peixes, que ao mesmo tempo pode se assustar com isso, caso se apaixone. Capricórnio gosta de alguém que o sirva e lhe proporcione carinho, mas também não gosta de se sentir preso num compromisso, característica dos piscianos, que fazem questão de cuidar da vida amorosa.

Podem aprender muito, um vendo até onde vai a flexibilidade do outro, mas uma relação mais profunda pode exigir bastante paciência e sabedoria de ambos.

Peixes e Aquário: Ambos gostam de sorrir, de estar rodeados de amigos, mas Aquário prioriza isso mais do que Peixes, então este pode se sentir excluído em algumas situações. Para uma amizade, pode rolar bastante papo e boas risadas, porque ambos possuem visões revolucionárias e uma ligação com causas voluntárias.

Peixes e Peixes: bem… aqui é como lidar com um reflexo no espelho. Os piscianos podem lidar com seus conflitos internos através dos olhos e da mente de um outro, mas vale lembrar que cada pessoa de cada signo é diferente, pois o mapa astral completo possui outras regências.

Contudo, as características mais marcantes e em comum podem ajudar na compreensão de si mesmo e do outro, como também pode ocorrer uma infinidade de trocas de carinho numa relação amorosa.

Conclusão:

Assim como tudo o que existe no universo, os signos também lidam com as polaridades positivas e negativas; energias opostas mas que se complementam. Ou seja, nada é perfeito.

Mas vemos por aí muitas pessoas exaltando alguns signos e desmerecendo outros, coisa que não faz sentido algum, afinal nós como seres humanos possuímos nossas qualidades e desafios e a astrologia é todo um universo que habita em nós.

Os signos que carregamos são bússolas úteis como guias para o autoconhecimento e mesmo para expressarmos nossas características para as outras pessoas, para que possam nos conhecer melhor. Isso considerado, jamais devemos julgar alguém pelo seu signo!

O signo de Peixes atua na Décima Segunda casa astrológica, encerrando a roda do zodíaco com sua regência pessoal compassiva, empata, espiritual e voltada para o mundo interno.

Conclui com êxito um ciclo astrológico que se inicia em Áries, o primeiro signo, e vai se desenvolvendo e amadurecendo, até chegar ao fim em Peixes, que lida com a experiência de todos os signos anteriores, dando-nos a oportunidade de voltarmos para nós mesmos, outra vez, e o ciclo então recomeça.

Gostou do artigo sobre o Signo de Peixes? Comente aqui embaixo e compartilhe em suas redes sociais!



Vanessa Ramos

Vanessa Ramos


Praticante de Bruxaria, terapeuta holística, apaixonada por esoterismo. Minha ligação com a espiritualidade trouxe magia à minha vida, na escolha da área profissional e nos hábitos do dia a dia. Adoro ler, escrever e estudar os mistérios ocultos.

terapeuta vanessa ramos

Já consultou nossos Tarólogos?

A partir de R$ 9,90


Faça sua consulta online agora mesmo!


Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas sobre Amor, Dinheiro, Emprego etc.


Veja também...

março 1, 2021

dezembro 22, 2020

dezembro 21, 2020

>