junho 2, 2021

Receita afrodisíaca com amendoim: esquente as coisas na cama.

Você vê amendoim toda hora no mercado. São baratos se comparados a castanhas de caju ou do Pará e você nem imagina o bem que eles podem fazer se forem consumidos de forma moderada.

Vamos aqui falar um pouco sobre eles e indicar uma boa receita afrodisíaca!

O que são amendoins?

“Amendoim” é o nome comum das sementes comestíveis produzidas pela Arachis hypogaea, uma planta de origem daqui da América do Sul.

amendoins

Existem inúmeras variedades. E apesar de serem comestíveis mesmo crus, os amendoins são comercializados principalmente cozidos e tostados em vários formatos: ainda dentro da casca ou descascados; naturais ou salgados. Mais recentemente, o consumo de amendoim cozido está aumentando em alguns países.

Assim como o feijão, a ervilha, a fava, o grão-de-bico e a lentilha, o amendoim também é uma leguminosa. No entanto, tem um perfil químico totalmente diferente.

Do ponto de vista nutricional, eles não estão incluídos no IV grupo fundamental de alimentos e, em vez disso, são classificados como sementes oleaginosas ou frutos secos.

O amendoim é um alimento altamente calórico, rico em gorduras – basicamente poli-insaturadas – , proteínas de médio valor biológico, fibras, minerais e vitaminas de vários tipos, mas com baixo teor de água.

Os salgados possuem alto teor de sódio. São conhecidos por seu excelente teor de poli fenóis com ação antioxidante.

Por várias razões, os amendoins não são mais considerados alimentos úteis para a nutrição clínica hoje. Os principais motivos são:

–  Eles são muito calóricos e não se prestam à dieta contra o sobrepeso e a obesidade.

–  Embora contenham um alto nível de ácidos graxos poli-insaturados ômega 6, úteis na terapia dietética contra o colesterol alto, eles são compostos principalmente de ácido araquidônico, um ácido graxo com forte predisposição para aumentar o risco cardiovascular.

–  Os salgados não podem ser incluídos na terapia nutricional contra hipertensão arterial por terem alto teor de sódio.

–  Eles têm um poder alergênico muito alto, que pode desencadear sintomas diferentes dependendo do grau de hipersensibilidade e, em alguns casos, tão graves que podem induzir choque anafilático.

No entanto, se você não tem alergia (caso tenha já deve saber disso), o amendoim pode ser sim benéfico se consumido de forma moderada.

Ele é consumido principalmente sozinho, como aperitivo ou lanche, mas também pode ser incluído em algumas receitas mais elaboradas. Um exemplo clássico são os filés de frango ou peru com crosta de amendoim.

Do ponto de vista comercial, os derivados deste alimento são considerados quase que mais importantes do que a própria matéria-prima.

Estamos falando, sobretudo, do óleo de amendoim, popular na Europa, que tem excelente aplicação em frituras, e da manteiga de amendoim, que pode ser espalmada em pães.

Há também uma farinha, chamada farinha de amendoim, obtida a partir dos resíduos da prensagem do óleo, devidamente moída e utilizada como alimento sem glúten no caso de doença celíaca.

O amendoim na dieta

O amendoim na dieta

Os amendoins são alimentos bastante gordurosos e ricos em proteínas; eles não têm uma digestibilidade marcada, mesmo que isso dependa muito da porção de consumo.

Geralmente, a não ser em quantidades muito limitadas, eles são eliminados da terapia alimentar de quem sofre de doenças digestivas.

O amendoim deve ser excluído da dieta para perda de peso contra a obesidade e o sobrepeso.

Nas porções certas não dariam problema, mas não podemos esquecer que se trata de alimentos normalmente utilizados como lanche ou aperitivo, o que costuma favorecer seu abuso.

Devido à contribuição considerável das gorduras poli-insaturadas ômega 6, o amendoim pode ter um papel positivo na terapia dietética contra o colesterol alto e a hipertensão arterial primária.

No entanto, a forma comercial mais comum do amendoim é o salgado, rico em sal e, portanto, em sódio, mineral envolvido no agravamento da hipertensão arterial.

O amendoim tem uma concentração proteica significativa, mas com um valor biológico incompleto, razão pela qual, por si só, não pode substituir os alimentos de origem animal sem uma supervisão nutricional.

Já a casca do amendoim contém resveratrol, um pigmento normalmente associado às uvas pretas e ao vinho tinto, que está atualmente em pesquisas preliminares por seus potenciais efeitos benéficos nos seres humanos.

Portanto, pode ser melhor consumi-lo com casca. E certamente é melhor consumi-lo sem sal.

O amendoim como afrodisíaco

Há uma crença popular que o amendoim ajuda a aumentar a libido.

Pesquisas recentes têm revelado que homens que consomem regularmente amendoins e castanhas têm níveis mais elevados de testosterona do que aqueles que não as consomem.

De alguma forma, parece que de fato o amendoim ajuda a dar aquele “reforço” na libido. Se consumido sem exagero, em pequenas quantidades diárias, ajuda a atiçar a chama da sexualidade.

A vitamina B presente no amendoim ajuda na vasodilatação e também esta é uma explicação válida para o aumento da potência sexual.

Receita afrodisíaca com amendoim

Há uma receita bem simples que você pode preparar para esquentar as coisas na cama.

Receita afrodisíaca com amendoim

Você vai precisar de:

     100 g de amendoim americano

     1/2 colher de chá de cominho em pó

     1/2 colher de chá de coentro moído

     1/4 colher de chá de pimenta em pó

     1/4 colher de chá de gengibre em pó

Cubra a frigideira com um pouco de óleo e mexa-o com os temperos. Se não tiver cominho e coentro, não é o maior dos problemas, mais importantes do ponto de vista afrodisíaco são o gengibre e a pimenta.

Fora do fogo, acrescente os amendoins e, com uma colher de pau, faça com que sejam bem cobertos pelos temperos.

Em seguida, espalhe-os em uma assadeira coberta com papel manteiga e leve ao forno a 150 ° de 10 a 15 minutos, dependendo se você gosta que sejam mais ou menos tostados.

Fora do forno, deixe esfriar e então consuma.

Coma (comam) por alguns dias (cerca de 50g por dia) e a libido com certeza irá aumentar!

Junto com a receita, claro, não se esqueçam de fazer coisas diferentes, de se descobrirem e conversarem bastante, porque o que mais ajuda na hora do sexo é o diálogo.

Busquem o prazer lado a lado e, junto com esta receita, procurem manter uma dieta saudável para não prejudicar as boas propriedades do amendoim quando consumido com moderação.

Gostou do artigo? Já preparou alguma receita com este interessante ingrediente? Comente aqui embaixo e compartilhe!



Marcello Salvaggio
logotipo amazon

Marcello Salvaggio


Sou escritor e pesquisador nas áreas da religião, da literatura, do misticismo e da história.
Considero a espiritualidade a chave fundamental para o entendimento de nossas vidas, para encontrarmos o verdadeiro sentido de nossa existência, e todo meu trabalho é orientado nesse sentido.
Tenho livros publicados no Brasil e na Itália e sou formado em Letras pela USP e auricoloterapia pelo instituto EOMA, escola especializada em acupuntura e em outros ramos da medicina tradicional chinesa.
No campo da terapia e do aconselhamento, considero essenciais a empatia e o respeito ao livre-arbítrio alheio.

Já consultou nossos Tarólogos?

A partir de R$ 9,90


Faça sua consulta online agora mesmo!


Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas sobre Amor, Dinheiro, Emprego etc.


Veja também...

outubro 21, 2021

outubro 12, 2021

outubro 5, 2021

>