outubro 26, 2018

Previsão do futuro: um assunto que mobiliza a humanidade

Previsão do futuro

Previsão do futuro: um assunto que mobiliza a humanidade 

Desde a antiguidade, os povos primitivos já tinham uma atração energética inexplicável para querer saber o que iria acontecer no futuro.

Eles utilizavam a observação do céu e os oráculos para, de forma aleatória, por meio da sorte, fazer a previsão do futuro.

As pessoas sempre almejaram prever problemas, evitar catástrofes e de certa forma minimizar a imprevisibilidade da vida.

Astrologia – a “mãe” das previsões do futuro

Os primeiros povos estudavam o céu, o posicionamento das estrelas, do Sol, da Lua e dos vários planetas. Eles acreditavam, por meio de comprovações comportamentais na Terra, que os astros influenciavam a energia aqui embaixo. Foi dessa forma que teve origem a ainda famosa astrologia.

Com origem na antiga Babilônia, entre os anos 626 a.C. e 539 a.C., a astrologia era estudada com profundidade pelo povo caldeu, que possuía conhecimentos astronômicos avançadíssimos para a época.

A região, que também era conhecida como Caldeia, ficava localizada na área da Mesopotâmia, que nos dias atuais corresponde a aproximadamente a maior parte do Iraque e do Kuwait e às partes orientais da Síria e das fronteiras Turquia-Síria e Irã-Iraque.

Os caldeus conheciam todo o sistema solar até o planeta Saturno. Sabiam identificar as quatro fases da Lua, previam eclipses com precisão e delimitaram, com base na observação das constelações, os doze signos do zodíaco.

Foram eles que perceberam que determinadas épocas produziam certos traços de caráter nos indivíduos e criaram a base do que hoje conhecemos como astrologia.

Ela passou a ser utilizada por diversas civilizações e foi aprimorada ao longo dos anos. Por meio dela é possível prever catástrofes, períodos de bonança, dificuldades e épocas para realizar grandes eventos.

Ela foi importante para traçar os mapas natais dos reis – inclusive mortes, fracassos e consagrações. Naquela época, os soberanos não tinham vergonha nenhuma em recorrer à astrologia para a previsão do futuro.

Hoje é possível se consultar com um astrólogo e saber sobre todos os traços da sua personalidade (o que ajuda a compreender os episódios da sua vida), assim como traçar horárias para tirar dúvidas sobre assuntos do cotidiano e fazer mapas de progressão para prever tendências futuras para sua vida.

No curso da Idade Média, a astrologia prosperou por um período até mesmo com estudos feitos por monges e membros da Igreja Católica, que a viam como mais uma forma de estudar o cosmo, de tentar entender o funcionamento do universo.

Isso até porque naquele tempo astrologia e astronomia coincidiam. Embora às vezes fosse malvisto justamente o aspecto de previsão do futuro, pois alguns pensadores acreditavam que tentar prever o futuro significava desvendar os planos de Deus para o mundo, que Ele pretendia manter ocultos.

É por essa razão que os astrólogos foram colocados no Inferno na Divina Comédia de Dante Alighieri.

A previsão do futuro hoje é vista de forma menos rígida do que na Antiguidade ou na Idade Média, quando os tratados de astrologia eram bem mais deterministas. Mas ainda assim é possível conseguir ótimas orientações através de uma consulta astrológica.

Previsão do futuro através dos oráculos

Uma forma rápida e eficaz de prever o futuro é com o uso de oráculos. Essa foi uma das primeiras maneiras de relacionamento entre o ser humano e as divindades.

Como se fosse a materialização de um portal para auxiliar-nos sobre aspectos de nossas vidas.

Baseado no conceito de aleatoriedade ele funciona da seguinte forma: em geral embaralham-se as peças do oráculo (que podem ser runas, búzios, cartas de tarot e outros) com suas faces voltadas para baixo, mentaliza-se o questionamento da forma mais objetiva possível e delimitando o período de tempo (um mês, seis meses, um ano) e sorteia-se uma quantidade de peças.

Juntas, elas transmitem uma mensagem que até então estava oculta para ajudar na previsão do futuro ou no autoconhecimento.

Oráculos são muito populares tanto no Oriente quanto no Ocidente. Cada cultura apresenta suas particularidades, mas todos cumprem a função de nos fornecer respostas e orientações espirituais para nossas dificuldades e angústias.

As runas, por exemplo, provêm da antiga cultura nórdica. Os povos que ficariam conhecidos como “vikings” realizavam a previsão do futuro através delas.

Já os africanos recorriam e ainda recorrem, para a previsão do futuro e também por outras razões, aos búzios.

Previsão do futuro através do Jogo de Búzios

Este é um tipo de oráculo (proveniente da África, como foi dito acima) muito utilizado no Brasil.

É por meio dele que as mães e pais de santo das religiões afro-brasileiras (Umbanda e Candomblé) realizam a previsão do futuro.

Quando os búzios são jogados, é estabelecido um canal direto com os orixás, que se comunicam através desses objetos – transmitindo mensagens por meio da forma como os búzios caem na mesa.

O jogo mais comum é composto por 16 conchas e só pode ser feito por uma pessoa preparada espiritualmente para realizar essa ação. Existe todo um ritual a ser seguido antes de realizar essas consultas.

Em geral, a bem da verdade, todo oráculo pede preparação e respeito. Não se pode pensar em previsão do futuro e numa consulta honesta se você não respeitar os seus objetos rituais, sejam eles conchas, pedras ou cartas.

Previsão do futuro através da Clarividência

Algumas pessoas possuem maior sensibilidade e conseguem se comunicar energeticamente com aquilo que a grande maioria desconhece e não vê. O clarividente consegue enxergar com clareza a própria alma e também a das demais pessoas.

Ele é dotado de capacidade mediúnica e vê com total clareza seres, objetos e eventos futuros com grande distância física ou temporal, utilizando apenas a mente. Isto porque o clarividente transcende o plano físico e se conecta energeticamente com o plano espiritual.

O clarividente possui um papel importantíssimo na sociedade, uma vez que ele consegue saber com precisão sobre fatos que vão acontecer.

Ao se consultar com um clarividente, a pessoa obtém as informações que busca e consegue se precaver de situações problemáticas antes delas acontecerem.

É preciso, portanto, muita segurança e maturidade para fazer este tipo de consulta.

Ao mesmo tempo,não é assim tão fácil encontrar verdadeiros clarividentes por aí. É preciso ficar atento a pessoas que “acertam” coisas que são óbvias e que podem ser deduzidas apenas através de uma observação atenta do consulente.

Esteja atento a charlatões: o verdadeiro clarividente, capaz de também realizar uma boa previsão do futuro, é aquele que acerta coisas sobre você que ele não tinha como saber de jeito nenhum!



Já consultou nossos Tarólogos?

A partir de R$ 9,90


Faça sua consulta online agora mesmo!


Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas sobre Amor, Dinheiro, Emprego etc.


Veja também...

setembro 29, 2021

setembro 22, 2021

setembro 15, 2021

>