maio 4, 2021

Pomba Gira Maria Navalha: como ela pode te ajudar?

A história da Maria Navalha

Conta a história que Maria Navalha perdeu a mãe quando ainda era jovem e que acabou sem muita saída, tendo que ser criada, junto com sua irmã mais nova, pelo seu padrasto alcoólatra.

Pomba Gira Maria Navalha: como ela pode te ajudar?

Por conta do vício, seu padrasto era muito violento e constantemente a espancava e a ofendia com palavras, principalmente quando ele voltava do bar.

Sem saída, Maria aturou tudo isso por um longo tempo até que, um dia, ele bateu em sua irmã. Nesse momento, ela juntou o pouco que tinha (quase nada), esperou o padrasto sair de casa e, assim, largou tudo e saiu carregando a irmã mais nova e foi embora.

Então Maria se viu morando na rua, sem ter nada e precisando cuidar de uma criança. Sem dinheiro para sustentar as duas, ela não viu outra saída a não ser se prostituir e assim fez. Arrumou um lugar para morar e à noite saía para trabalhar, deixando sua irmã segura em casa.

Pelos bares da vida, Maria começou a fazer seus clientes e conseguia, assim, o suficiente para pagar suas contas e se sustentar. Até que uma noite, andando pelos becos e vielas, foi cercada por três homens mal-encarados que começaram a agredi-la verbalmente e a molestá-la. Desesperada e sozinha, tentava se desvencilhar daqueles homens, mas eram muito mais fortes que ela.

Já entregue, sem forças e a ponto de desistir, um homem surgiu por detrás das mesas do bar, vestindo um terno branco, com uma gravata vermelha e um chapéu branco com listras vermelhas. Ele era muito bonito, alto e forte e ali mesmo gritou: “deixem-na em paz!”

Com o grito, os homens se afastaram de Maria e foram para cima dele. Sem pensar duas vezes, o homem desconhecido acertou um golpe certeiro que derrubou todos. Maria agradeceu ao belo homem e disse que seria eternamente grata a ele.

Já longe do bar e fora do olhar curioso dos outros, o homem a chamou e, quando eles estavam em um beco escuro, ele tirou do bolso uma navalha, a entregou a ela e disse: “Use isso para se proteger, menina.”

Ele deu o mais belo sorriso que um homem poderia dar, com um jeito boêmio, malandro e cheio de malícia.  Maria ainda hesitou em pegar o presente, mas não podia recusar algo de quem havia lhe salvado a vida.

Foi aí que ele se apresentou e lhe disse: “Eu sou Zé Pelintra, estarei sempre por perto.” Em um movimento veloz ele levantou o chapéu, reverenciando-a, e partiu no sentido da escuridão da rua. Depois desse dia, Maria nunca mais viu o homem novamente, somente em seus sonhos.

Ela continuou frequentando o mesmo bar em que eles se conheceram. Só que agora todos a temiam e Maria passou a ser conhecida como a mulher da navalha, mais popularmente conhecida como Maria Navalha.

Características da Maria Navalha

Maria Navalha vem da linha dos Malandros apesar de, em alguns terreiros, ser considerada uma Pomba Gira. Os médiuns que a carregam e a incorporam normalmente trazem em sua coroa Iansã, porém não é raro ver filhas de Iemanjá incorporarem esta entidade.

Características da Maria Navalha

Maria Navalha é muito procurada para resolver problemas de pessoas com vícios, bem como trabalha para o amor. Muitos também a procuram para ajudar com problemas financeiros e, na maioria das vezes, aquele a quem Maria Navalha protege consegue fugir das enrascadas da vida.

As pessoas ligadas a ela são simpáticas, gentis e estão sempre bem-vestidas e elegantes. Bastante vaidosas, adoram receber perfumes e batons vermelhos. Podem vestir tantos os ternos, bem característicos dos malandros, como vestidos típicos em vermelho e branco. Só não dispensa o chapéu, característico da linha de Malandros.

Por conta da sua malandragem e da sua vida boêmia, Maria Navalha pode se dizer especialista “em pessoas”. Ela entende profundamente a alma humana e seus abismos, pois já passou por tudo isso.

Maria Navalha pode ser vista bebendo de quase tudo: cervejas em geral, batidas, pinga de coquinho, conhaque e, às vezes, não sendo tão comum assim, até mesmo whisky ou pinga.

Como objetos para trabalhar seu campo de força, ela pode portar a tradicional navalha, bem como dados, baralhos ou um punhal.

Para fumar, costuma utilizar o cigarro de filtro branco de modo geral, inclusive os cigarros com sabor. Em alguns casos, não muito comuns, pode ser vista fumando charuto.

Suas guias estão nas cores vermelha e branca e, às vezes, também podem apresentar o preto. Podem apresentar detalhes como dados ou cartas e, claro, uma navalha.

Oração para Maria Navalha

Salve Deus Pai criador do universo

Salve Oxalá força divina do amor, exemplo vivo de abnegação e carinho

Bendito seja o Senhor do Bonfim

Bendita seja a Imaculada Conceição

Salve Maria Navalha, mensageira de luz,

guia e protetora de todos aqueles que em nome de Jesus praticam a caridade

Salve Maria Navalha, o sentimento suave que se chama misericórdia

Dai-nos o bom conselho

Dai-nos proteção

Dai-nos apoio, a instrução espiritual de que necessitamos

Para darmos aos nossos inimigos o amor e a misericórdia que devemos pelo amor de Nosso Senhor Jesus Cristo

Para que todos os homens sejam felizes na terra e possam viver sem amarguras, sem lágrimas e sem ódios

Tomai-nos, Malandra Maria Navalha, sob vossa proteção, desviai-nos dos espíritos atrasados e obsessores, enviados por nossos inimigos encarnados e desencarnados e pelo poder das trevas.

Iluminai nosso espírito, nossa alma, nossa inteligência e nosso coração abrasando-nos na chama do vosso amor por nosso Pai Oxalá.

Valei-nos Maria Navalha nesta necessidade, e concedei-me a graça do vosso auxilio junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo em favor deste pedido (fazer o pedido).

E que Deus nosso Senhor em sua infinita misericórdia nos cubra de bênçãos e aumente a vossa luz e vossa força, para que mais e mais possa espalha sobre a terra a caridade de Nosso Senhor Jesus Cristo

Ponto cantado da Maria Navalha

Ponto cantado da Maria Navalha

Ela traz uma navalha

Que corta o mal e a injustiça

Protegida de Zé Pilintra

Maria Navalha não brinca

Caminhou de rua em rua

Em busca de moradia

Foi na beira do cais

Que conheceu a boemia

Ela é de laroiê

Ela é de mojubá

Ela é Maria Navalha

Que vem aqui nos ajudar

Laroiê

Laroiê, Laroiê

Ela é mulher de fé

Laroiê

Foi na madrugada

Que a Navalha deu a sua gargalhada

Trabalhava na madrugada

Trabalhava lá no cais

Maria Navalha da Calunga

Faz o que você não faz

Foi na subida de uma serra

Que eu a vi trabalhar

Junto com Zé Pilintra

Para todo o mal levar

Ela é uma malandra de fé

Ela é uma malandra de luz

Ela é Maria Navalha

Que não teme mal nenhum

Laroiê

Laroiê, Laroiê

Ela é mulher de fé

Laroiê

Foi na madrugada

Que a Navalha deu a sua gargalhada

Ela traz uma navalha

Que corta o mal e a injustiça

Protegida de Zé Pilintra

Maria Navalha não brinca

Caminhou de rua em rua

Em busca de moradia

Foi na beira do cais

Que conheceu a boemia

Ela é de laroiê

Ela é de mojubá

Ela é Maria Navalha

Que vem aqui nos ajudar

Laroiê

Laroiê, Laroiê

Ela é mulher de fé

Laroiê

Foi na madrugada

Que a Navalha deu a sua gargalhada

Trabalhava na madrugada

Trabalhava lá no cais

Maria Navalha da Calunga

Faz o que você não faz

Foi na subida de uma serra

Que eu a vi trabalhar

Junto com Zé Pilintra

Para todo mal levar

Ela é uma malandra de fé

Ela é uma malandra de luz

Ela é Maria Navalha

Que não teme a mal nenhum

Laroiê

Laroiê, Laroiê

Ela é mulher de fé

Laroiê

Foi na madrugada

Que a Navalha deu a sua gargalhada

Laroiê

Laroiê, Laroiê

Ela é mulher de fé

Laroiê

Foi na madrugada

Que a Navalha deu a sua gargalhada




Veja também...

junho 18, 2021

Filhos de Nanã Buruque: características e energias

junho 7, 2021

Filhos de Oxalá: Características e preceitos

junho 4, 2021

Pomba Gira Menina: como ela pode te ajudar.
>