Omulu é considerado o Senhor das doenças, das pragas e da morte, isto porque ele passou por várias doenças e se curou de todas elas, já nasceu com varíola.

Este é um Orixá muito temido dentro da Umbanda, pois seu nome está ligado diretamente a coisas ruins, o que não é uma verdade.

Em alguns terreiros ele é conhecido como Obaluayê e em outros como Omulu.

Mas não estamos falando da mesma entidade, existem duas, Omulu e Obaluayê, assim como as qualidades de Pai Oxalá dividias em Oxaguiam e Oxalufã.

Quando este Orixá anda com Nanã Buruque ele leva o nome de Obaluayê, na sua forma mais jovem, enquanto Nanã, sua mãe, apaga as memórias das pessoas que estão para morrer, Obaluayê faz a passagem deles, deste mundo para o mundo Espiritual.

Quando este Orixá anda com Mãe Iemanjá leva o nome de Omulu, na sua forma mais velha, Obaluayê faz a passagem para a vida espiritual, Omulu junto com Mãe Iemanjá leva para a reencarnação.

Pai Omulu ou Pai Obaluayê: senhor das curas

Diz a lenda

Diz uma lenda, porque existem várias, que Omulu é filho de Nanã com Oxalá, e que devido aos erros cometidos por Nanã ao enfrentar Oxalá, o filho nasceu doente, com varíola.

Sem condições de cuidar daquele filho, Nanã o deixou na beira do mar para morrer afogado ou de desnutrição.

Como ele estava no reino de Mãe Iemanjá, foi descoberto por Ela em uma de suas andanças, ele estava muito doente, desnutrido e sujo, Mãe Iemanjá se apiedou daquela criatura e passou a cuidar dele.

Ensinou a ajudar as pessoas a superar suas mazelas, e a curar suas doenças, a começar por suas próprias mazelas.

Ele cresceu forte, sem doenças, mas era muito tímido e andava sempre de cabeça baixa.

Como seu corpo era cheio de cicatrizes, Omulu fez uma roupa de palha para esconder as marcas, pois sentia muita vergonha.

O medo que se tem deste Orixá, vem da seriedade que ele emprega em seus trabalhos, ele cresceu amargurado por ter sido abandonado por seus pais e não entendia o porquê disto.

Ele já tinha vergonha de suas cicatrizes, já era tímido, tornou-se então introspectivo por isto que às vezes ele leva a fama de mal.

Verdade seja dita, este Orixá pode sim causar uma epidemia e matar muita gente, mas também pode cura-los, sempre sob as ordens de Olorun.

Pai Omulu ou Pai Obaluayê: senhor das curas

Características de Omulu

Seu dia é segunda feira, sua data de comemoração é 16 de agosto, suas cores: preto, branco e vermelho.

Sincretismo com Omulu é São Lazáro, com Obaluayê São Roque.

Sua incorporação é lenta e curvada, muito parecida com a dos Pretos Velhos, a diferença na incorporação é que precisamos cobrir a cabeça do médium com seu pano branco, como se estivéssemos escondendo suas cicatrizes.

Além disto, eles não bebem e não fumam, ficam sentados em seus banquinhos fazendo suas orações e pedindo por todos nós.

Em algumas giras, as que são para cura de males do corpo, Omulu passa pipoca estourada (às vezes na areia e às vezes no azeite de dendê) nos consulentes, para tirar todo o mal que aqueles corpos possam ter, leva também os males da alma.

Características dos filhos de Omulu

Estão sempre de mal humor e com aspecto depressivo, adoram falar sobre doenças e não acreditam que podem se curar, não conseguem ver o lado bom das coisas.

Geralmente sentem muitas dores no corpo e podem ter manchas, se não forem bonitos fisicamente serão espiritualmente.

Por isto atraem pessoas para o seu lado, sem precisar fazer nenhum tipo de esforço.

Mas apesar disto conseguem desanimar qualquer pessoa que chegue perto deles, são muito teimosos, negativos e pessimistas, só enxergam o lado ruim de tudo.

Eles são vingativos e conseguem fazer qualquer um se sentir o pior dos piores, por isto não queira nunca ser um inimigo de um filho de Omulu, você vai sofrer muito.

Por um outro lado, se você for amigo de um filho de Omulu, terá a sua amizade e confiança para sempre, ou até que você a quebre.

Oferenda

Não faça nenhuma oferenda se ela não tiver sido solicitada por uma entidade ou Orixá, cada necessidade tem um tipo de oferenda e local de entrega.

Se não puder ir até um terreiro de Umbanda, acenda uma vela e faça o seu pedido, você será atendido da mesma forma.

  • Pipoca (milho)
  • Azeite de Dendê
  • Alguidar
  • Vela
  • Lascas de coco

Geralmente a entrega deste trabalho é no cemitério, no pé do cruzeiro, mas pode ser pedido para deixar em outro local, por isto a necessidade de se orientar com a entidade.

Consulte os Búzios e o tarot online via chat

Saudação

Atotô meu Pai, que significa: Silêncio para o grande Rei da terra.

Quando saudamos nosso Pai Omulu, nos curvamos, podemos bater com a mão direita no chão três vezes, ou apenas colocar as mãos juntas entre os joelhos, mas sempre curvados.

Conclusão

Todo mundo teme Omulu, acha que quando ele aparece é porque está trazendo a morte ou a doença, isto não é uma verdade.

O fato dele ser o Orixá que está ligado a doença, não quer dizer que nos trará doença, é claro que ele pode enviar uma peste se for preciso, mas sempre no comando de nosso Pai Olorum, mas também pode trazer a cura, com a mesma permissão.

O fato é que quando falamos de Omulu precisamos lembrar que Ele e nossa Mãe Iemanjá cuidam da reencarnação dos seres humanos e não da passagem para a morte, que fica com Nanã e Obaluayê.

Ele é sisudo e pode até parecer mal, ou que está sempre de mal humor, mas não é verdade também, isto é resultado de sua introspecção, de tanto refletir e pensar.

Omulu nos traz sempre a cura para as doenças do corpo e da alma, acreditem.

Atotô Meu Pai!

Atotô Omulu

Gostaram do artigo?

Se sim, compartilhem em suas redes sociais.

Ficou com alguma dúvida ou tem algum comentário que queria fazer?

Mande nos um e-mail e teremos muito prazer em respondê-lo.

Abraços e até o próximo artigo.

Já conhece nosso tarot dos orixás grátis? Experimente e faça uma consulta gratuita.

Pai Omulu ou Pai Obaluayê: senhor das curas