dezembro 18, 2020

Ossain – O orixá senhor das plantas sagradas e milagrosas.

Ossain na umbanda

Ossain é o orixá senhor das plantas sagradas e milagrosas e por isso seu campo de força está em toda as plantas do universo. É delas que o orixá extrai a cura de todos os males que afligem a humanidade.

É o grande defensor da vida saudável através do consumo de alimentos verdes.

Além disso, Ossain possui o dom da feitiçaria e por isso auxilia a todos no sucesso e a alcançar prosperidade e bens materiais.

Ossain

Por ser o senhor das folhas, utiliza as ervas e as plantas para trazer a cura do corpo e da alma para quem o procura.

No poder das folhas de Ossain, é possível encontrar o axé oculto, que é um dos mais poderosos, já que este poder é oriundo da vibração da terra, que é alimentada pela natureza e pela chuva.

Suas cores principais são o verde e o branco e sua ferramenta tem uma haste central com um pássaro (chamado Pássaro do Poder, que pode ir a todo lugar e trazer relatos) na ponta.

Do meio dessa haste saem sete pontas, e daí vem o pingente Opassanìyn.

Sincretismo e dia de Ossain

O dia da semana é a quinta-feira e o dia de comemoração é o 5 de outubro, mesmo dia de comemoração do santo católico de seu sincretismo,  São Benedito, santo negro, protetor dos escravos e afrodescendentes.

Benedito nasceu em uma família de escravos na Itália e ficou conhecido como São Benedito, o Mouro, ou como São Benedito, o Africano.

Segundo algumas versões de sua história, teria nascido no ano de 1524 na Sicília, em família pobre e descendente de africanos escravizados da Etiópia.

Outras versões sustentam que foi um escravo capturado no norte da África, o que era muito comum no sul da Itália nesta época.

Neste caso, ele seria de origem precisamente moura (os mouros são os habitantes do norte da África) e não etíope.

De qualquer forma, foi chamado pelo apelido de “mouro” devido à cor escura de sua pele, já que na época era comum chamarem de “mouro” qualquer africano.

A África um continente rico de florestas, e a floresta é a casa de Ossain, que divide com outros orixás do mato, como Ogum e Oxóssi, o seu território por excelência, onde as folhas crescem em seu estado puro, selvagem, sem a interferência do homem.

Por isso, se diz que não é aconselhável penetrar na mata sem deixar alguma oferenda para Ossain, Oxóssi e Ogum, pois eles são defensores deste local e o seu território é sagrado e deve ser respeitado.

É nas matas mais virgens e profundas que os orixás encontram a emanação mais pura da energia da natureza. Antes de entrar em qualquer vegetação, deve-se pedir licença a esses três Orixás.

Origem de Ossain

Importante saber que Ossain é um Orixá originário da região de Iraó, na Nigéria, muito próxima da fronteira com o antigo Daom. Por isso sua origem é própria da cultura Yorubá, e portanto é mais cultuado nas casas de Candomblé do que em templos de Umbanda.

Sem a força e a presença deste orixá não é possível realizar cerimônias no Candomblé, pois o seu axé é essencial para ativar o sangue verde (proveniente das plantas, folhas e ervas da natureza).

Na Umbanda, seu axé está associado ao de Oxóssi.

Saudação à Ossain

Sua saudação é “Ewé Ó”, com seu significado “Salve as folhas”!

História de Ossain

Conta a lenda que Ossain, filho de Nanã e Oxalá, cresceu aprendendo sobre as folhas e assim, ao chegar à idade adulta, possuía grande conhecimento de algumas plantas e de suas propriedades, pois já as estudava com afinco e disciplina desde muito novo.

Um certo dia, ao passar na região de Àgbàsaláààrinayélòrun (rocha que está no meio do percurso entre o Céu e a Terra), ele encontrou Orunmilá, orixá dos destinos e que é responsável pelos mistérios e interpretações do oráculo de Ifá, que descia do céu carregando inúmeras folhas. Esse orixá então perguntou a Ossain aonde ele ia.

O orixá então respondeu que estava indo buscar folhas para fazer alguns remédios para certos doentes na Terra.

Vendo a dedicação do orixá Ossain aos seres humanos, Orunmilá lhe concedeu todo tipo de conhecimento sobre as folhas, as matas e as ervas. Assim, Ossain aprendeu os nomes, propriedades e a como utilizar cada uma.

Os dois orixás desceram com todas as folhas para a Terra e as espalharam pelo planeta.

Características dos filhos de Ossain

São pessoas extremamente reservadas e de extrema inteligência. Não julgam ninguém através da primeira impressão, pois sabem que para compreender melhor uma pessoa e seus mistérios é necessário que haja paciência.

Assim, devido ao mesmo fator, um filho de Ossain também não confiará em ninguém tão brevemente, o que os torna pessoas de sentimentos reclusos.

Características dos filhos de Ossain

São curiosos e por tal razão ótimos em descobertas e estudos aprofundados. Geralmente a ansiedade não faz parte do dicionário destes indivíduos, já que possuem a paciência e a disciplina de seu pai, que teve a paciência para absorver todo o conhecimento das folhas. Atuam portanto de forma racional e justa.

Os filhos de Ossain são pessoas extremamente equilibradas e cautelosas, que não permitem que as suas simpatias ou antipatias interfiram nas suas opiniões sobre os outros.

Controlam perfeitamente os seus sentimentos e emoções. Possuem grande capacidade de discernimento e são frios e racionais nas suas decisões.

Oferenda para Ossain

Ossain prefere acaçá, feijão (ewa), milho vermelho (àgbado), farofa e fumo de corda.

Já sua quizila é a ventania, por isso é preferível que suas oferendas sejam entregues nas matas virgens.

Suas principais oferendas são o fumo, o mel e a cachaça.

Inhame para Ossain

Ingredientes: azeite de oliva, folhas de fumo e 3 quilos de inhame, mel e sal.

Materiais: velas brancas e 1 alguidar.

Modo de preparo: cozinhe os inhames descascados e amasse-os usando um pilão ou as mãos. Lave o alguidar utilizando água e mel, na sequência forre-o com as folhas do fumo lavadas, coloque a massa de inhame por cima e regue com azeite e acrescente sal.

Observação: velas não devem ser acesas, pois Ossain não suporta que suas ervas queimem.

Oferenda para Ossain

Abacate para Ossain.

Ingredientes:

– 01 abacate
– 500g. de amendoim
– 250g. de açúcar
– fumo em corda
– 7 folhas de louro

Modo de preparo: Corte o abacate ao meio e retire o caroço. Coloque as duas partes numa travessa com a polpa virada para cima. Numa panela misture o amendoim e o açúcar e mexa até derreter o açúcar. Derrame essa mistura sobre o abacate.

Enfeite com pedaços de fumo em corda e as 7 folhas de louro.

As oferendas podem ser deixados em uma mata fechada, sempre pedindo licença ao orixá antes de entrar e entregue as oferendas com gratidão e pedindo uma vida saudável e próspera.

Lembre-se que toda oferenda deve ser orientada por algum dirigente da Umbanda ou Candomblé e cada orixá possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e guiadas por quem os conhecem após anos de prática na religião. Oferendas feitas sem o pedido da entidade não tem fundamento.

Oração à Ossain

“Ossain, senhor da cura e do axé das folhas!

Que os obstáculos e entraves sejam afastados dos meus caminhos;

Que as encruzilhadas da vida sejam livres e abençoadas;

Senhor das folhas!

Que no outono as folhas protejam meus caminhos;

Que na primavera as folhas enfeitem meu destino;

Que no inverno as folhas aqueçam minha jornada;

Que no verão as folhas alegrem minha vida.

Amém!”



Já consultou nossos Tarólogos?

A partir de R$ 9,90


Faça sua consulta online agora mesmo!


Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas sobre Amor, Dinheiro, Emprego etc.


Veja também...

setembro 20, 2021

agosto 13, 2021

julho 23, 2021

>