novembro 10, 2020

Obá – A Orixá da justiça

COMPARTILHE

Obá é a Orixá considerada a deusa feminina da justiça e do equilíbrio, por ter sido a primeira esposa de Xangô, Orixá rei da justiça. Ela tem sua origem africana do Rio Oba ou rio Níger, e seu campo de atuação é nas pororocas, as águas forte sou em lugares de quedas d’água proveniente de uma pedreira. Não se deve confundir com o domínio de Oxum, Orixá do amor e da riqueza, que vem das cachoeiras e águas doce de rios.

Além disso, Obá anda ao lado de Nanã Buruquê, Orixá senhora da sabedoria e a mais velha entre todos os Orixás, por isso também tem domínio sobre o barro e as enchentes.

Obá – A Orixá da justiça

Suas vestimentas sempre são nas cores marrom, vermelho e amarelo e seus símbolos (Ofange (espada) e Escudo de Cobre, Ofá (arco e flecha)) em cobre. Traz como elementos o fogo e as águas revoltas e seu campo de atuação é o amor e o sucesso profissional feminino.  Sua oferenda é acarajé de formato único, aberém, feijão fradinho, Amalá (caruru de quiabos).

Sua saudação é Obá Siré! Essa saudação significa: Rainha Poderosa!

Por possuir grande força física, ela representa o poder feminino da luta, sendo a Orixá defensora dos injustiçados, porém tem um grande ponto fraco: o amor. Por isso,  dizem que Obá é a maior representação do sagrado feminino na terra, diante da sua semelhança em sentimentos, fortalezas e fraquezas, ou seja, são corajosas prontas a enfrentar o mundo, mas se desmontam quando encontram sua verdadeira paixão.

Porém, é uma Orixá com um estereótipo de batalha, guerreira e combatente de todas as injustiças e por isso que sempre esteve junto a Xangô em todas as disputas que ele teve que enfrentar, sendo responsável por grande parte de suas vitórias.

O seu sincretismo é com a Santa Joana D’Arc e Santa Catarina de Siena, pela representação de mulheres de força, guerreiras que lutaram e defenderam o que acreditavam, sem se importarem com os olhares opressores e com o que lhes podia ocorrer, não temiam nem mesmo a morte. Sua comemoração ocorre em 30 de maio e seu dia da semana é a Quarta-feira.

História de Obá

São muitos mistérios e lendas que envolvem a vida da Orixá Obá e por isso, vamos explicar as suas principais.

Obá e Ogum

Obá e Ogum

Uma das primeiras lendas, gira em torno de suas grandes batalhas e todas as suas vitórias, já que conta-se que ela derrotou todos os deuses que a enfrentou, exceto um, que a fez perder uma luta, Ogum!

O Orixá do ferro e da abertura dos caminhos, senhor da guerra vencida contra um dragão com apenas uma lança, foi mais esperto que Obá na hora do combate. Conta a lenda, que antes da batalha, Ogum consultou Ifá (Orixá da adivinhação e do destino) e sua previsão foi de que se ele fizesse uma pasta com duzentas espigas de milho e muito quiabo, a despejando em um canto da arena da luta, ele venceria.

Ogum seguiu o conselho do Ifá e assim venceu a guerra contra Obá, a fazendo escorregar, sobre a comida preparada em um canto da arena. Com a derrota, a Orixá se entregou em casamento a Ogum, apesar de não amá-lo de verdade. Porém, em um certo dia de disputa, Xangô apareceu e fez o coração de Obá disparar, sentindo pela primeira vez o grande amor verdadeiro.

Obá e Xangô

Ao descobrir o amor por Xangô, imediatamente a Orixá se separou de Ogum e casou-se com o grande rei da justiça e das pedreiras. Porém, este amor e seu casamento, a transformou em uma mulher muito possessiva e ciumenta, e apesar de uma eximia guerreira, passou a ter grande descontrole, fazendo qualquer coisa para chamar atenção de Xangô.

Até que um dia, Xangô conhece Oxum, a linda deusa Orixá das cachoeiras e águas doces e Obá sentindo muito ciúme e inveja, começou a perceber que estava perdendo o seu marido. Ela se questionava, mas não conseguia compreender o porquê, já que Oxum não era uma guerreira, e quem corria os riscos nas batalhas sempre ao lado de Xangô era ela.

Então, decidiu perguntar à Oxum o que ela fazia para encantar tanto o seu esposo. Notando a inocência de Obá, ela disse que era o Amalá (comida ritual de Xangô, Iansã, Obá e Ibeji – é feita com quiabo cortado, cebola ralada, pó de camarão, sal, azeite de dendê ou azeite doce, sendo oferecido em uma gamela forrada com massa de acaçá), que ela preparava com um feitiço que o prendia. Ela passou a receita do prato para Obáe a avisou que o principal ingrediente era ao final do preparo, onde ela deveria acrescentar a própria orelha como oferenda ao amor dos dois.

Esperançosa com a eficácia do Amalá, Obá não notou que Oxum tinha as duas orelhas e que aquilo tudo era uma grande armação, então foi rapidamente preparar o prato e cortou a própria orelha esquerda, a misturando aos ingredientes e servindo tudo a Xangô. Quando o Orixá notou que a orelha de Obá estava na comida, ele ficou furioso, bradando de forma feroz como um leão, do alto da pedreira, contra as duas Orixás.

O tremor foi tão grande, que ambas saíram correndo, apavoradas, do reino e viraram dois rios que correm paralelos e recebem o nome de cada uma. Quando suas águas se encontram eles ficam com ondas muito fortes, devido a disputas das duas pelo amor de Xangô.

Por conta disso, é comum ver as imagens ou manifestação em terra de Obá com a mão no ouvido ou com um tecido na cabeça, isso se deve ao fato de ter cortado a própria orelha como prova de amor a seu esposo Xangô. Além disso, como sua prova de devoção, ela sempre carrega junto a si as brasas das festas de Xangô.

Quando estão em uma gira, manifestadas, os filhos de Obá e Oxum não podem ficar próximos uma da outra em uma roda, devendo ficar sempre o mais distante possível.

Características dos (as) filhos (as) de Obá

Aqueles que carregam em suas coroas essa grande Orixá, geralmente possuem uma personalidade forte, estando sempre pronto para guerrear e enfrentar qualquer batalha da vida, sem esmorecer, até mesmo diante das derrotas. Como lado negativo, são um pouco antissociais e não fazem amizade facilmente, pois são muito sinceros e chegam a ofender com suas opiniões, pois não escondem nada do que pensam, nem planejam o que dizer.

São pessoas extremamente fiéis aos poucos amigos que possuem e principalmente em seus relacionamentos amorosos. Quando estão amando de verdade e sentem que são correspondidos, se entregam de corpo e alma, fazendo verdadeiras loucuras pelo amado(a). Porém, caso sintam que estão sendo descartados ou traídos, se tornam amargurados e muitas das vezes submissos para tentarem ter o companheiro(a) de volta, abrindo mão de qualquer amor próprio.

As filhas de Obá, pelo poder feminino e seu lado de justiça, são mulheres de muita garra e sucesso em áreas profissionais. São excelentes juízas, advogadas, tudo que envolva lei ou condicionamento físico.

Oferenda a Obá

Oferenda a Obá

Obá adora o som do bater da água do rio no mar, por isso sua comida preferida geralmente tem ingredientes de água salgada.

Já suas quizilas (tudo que o Santo de cabeça do médium em iniciação, determina que não se pode comer ou fazer, durante um curto ou longo período da sua vida). são: sopa, cogumelo e peixes de água doce.

Moranga para Obá

Ingredientes:

  • 500 gramas de camarão fresco;
  • 1 moranga;
  • azeite de dendê;
  • um maço de língua de vaca;
  • 1 cebola.

Como preparar: Cozinhe a moranga inteira, e quando estiver pronta faça um corte na parte de cima, como uma tampa, abra e retire todas as sementes. Em uma frigideira, refogue a cebola com o dendê, em seguida acrescente os camarões e a língua de vaca cortada em tiras. Despeje tudo dentro da moranga. O prato pode ser oferecido com Champagne, a bebida preferida da Orixá.

Feijão com Camarão Seco

Ingredientes:

  • farinha de mandioca;
  • 500 gramas de camarão seco socado;
  • azeite de dendê;
  • 1 cebola;
  • feijão fradinho.

Como preparar: Cozinhe o feijão somente com água. Enquanto isso, faça um refogado com a cebola e o azeite de dendê, acrescente o camarão seco e água. Assim que o feijão ficar pronto o misture no refogado e acrescente por último a farinha até obter a consistência de um pirão. O prato pode ser oferecido com Champagne.

Importante lembrar que toda oferenda deve ser orientada por um dirigente da religião, pois cada Orixá possui suas peculiaridades que devem ser respeitadas e guiadas por quem os conhecem após anos de prática na religião.

Oração a Obá

Obá siré! senhora das águas tempestuosas, ajudai-me a vencer os obstáculos em minha vida profissional e financeira.

Obá siré! com vosso ofange, afasta meus inimigos e todos aqueles que desejam o mal para meus caminhos e daqueles que tanto amo.

Obá siré! poderosa orixá que rege o amor , protege minha vida amorosa e traga sempre o entendimento ao meu relacionamento.

Obá siré! poderosa guerreira, dai-me coragem e força para enfrentar os desafios diários e permanecer serena com todos os que cruzarem meus caminhos.

Obá siré!

Gostou do artigo? Comente aqui e compartilhe em suas redes sociais.

Gratidão, paz e luz


Compartilhe!



Veja também...

novembro 24, 2020

novembro 17, 2020

novembro 4, 2020

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"b4fbe":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"b4fbe":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"b4fbe":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Publicação Anterior
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"b4fbe":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"b4fbe":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"b4fbe":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Próxima Publicação

Deixe seus comentários...

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>