O que é Umbanda Branca? Como surgiu?

A Umbanda tem muitas vertentes, uma delas é a Umbanda Branca, segundo alguns esta é a verdadeira Umbanda, a que se aproxima mais da Umbanda criada por Zélio Fernandino de Moraes, no Rio de Janeiro no século XX.

A Umbanda já conta hoje com mais de 100 anos.

Na Umbanda Branca que para alguns é a Umbanda Sagrada, existem muitas diferenças com a Umbanda que costumamos ver, porém antes de falar sobre as diferenças, gostaria de falar porque ela surgiu.

Bem, está pratica da Umbanda vem dos adeptos do kardecismo, todos sabemos que no kardecismo não existe incorporação de Pretos Velhos, Caboclos, ou qualquer outra manifestação que não seja de espíritos que eles consideram evoluídos.

Pois bem, para se ter esta comunicação, com os Caboclos e Pretos velhos foi criado então a Umbanda, que alguns chamam de Mesa Branca.

Mas gostaria de dizer que os espíritos que atuam na mesa ou Umbanda Branca, atuam também na Umbanda Tradicional, os espíritos e ou entidades são as mesmas, só trabalham de forma diferente.

Faça uma consulta agora mesmo

Quais as diferenças na Umbanda Branca?

Vou começar pelos atabaques, na Umbanda Branca não se usa nenhum tipo de instrumento musical para a chamada dos guias e entidades que vão trabalhar, no máximo eles cantam alguns pontos e batem palmas.

As guias ou colares que toda a Umbanda usa, na Branca eles não são usados, pois não tem o mesmo valor que tem para a Umbanda Tradicional, porém já vi em alguns terreiros de Umbanda Branca, usarem uma fita colorida na cabeça indicando qual o Orixá de Cabeça daquela pessoa, mas não é usual.

Não existe o uso de bebidas ou fumo, na verdade são proibidos, e sem querer fazer aqui uma comparação, quem é umbandista sabe muito bem a importância que o fumo tem para a consulta ou passe, mas cada um trabalha da forma que acredita ser a melhor.

Usam roupas brancas, mas não necessariamente as mesmas que a maioria usa, não tem acessórios como chapéus, penachos, laços, enfim, apenas a calça e camiseta branca, em alguns terreiros de Umbanda Branca a mulher pode usar a saia branca.

Conheça nossos consultores

Exu na Umbanda Branca

Todos sabemos que os Exus são guardiões dos nossos trabalhos na Umbanda, em várias vertentes, eles são considerados Orixás, e acontece a incorporação de Exus nos médiuns da casa.

Não a incorporação do Exu Orixá, isto seria impossível devido a força e a energia deste Orixá, mas a incorporação acontece por espíritos que trabalham para aquele Orixá.

Porém, quando falamos de Umbanda Branca, eles não são considerados Orixás e nem mesmo incorporam, apenas guardam a casa de qualquer ataque espiritual.

São os guardiões, o que não deixa de ser uma grande verdade, mas são ótimos trabalhadores na Umbanda.

Veja o depoimento de nossos clientes

O que temos de comum então entre a Umbanda Branca e a Tradicional?

A Umbanda, não importa muito a vertente, trabalha para a caridade e com caridade, fazer o bem pelo próximo sem esperar nada em troca.

Encaramos como missão o que fazemos, e respeitamos muito as nossas obrigações para os que precisam, incluindo neste meio a nós mesmos.

Não aceitamos dinheiro de forma alguma pelos trabalhos que realizamos por meio dos Orixás, ou das entidades que incorporamos, se o consulente quiser fazer algum tipo de doação para a casa, é sempre muito bem-vindo, mas não há cobrança para nenhum tipo de trabalho ou consulta.

Não existe também o sacrifício de animais, pode ser que em algum outro artigo eu tenha que falar sobre o sacrifício de algum animal, mas no geral não é feito nenhum corte como é chamado o ato do sacrifício, dentro da Umbanda de qualquer vertente.

Ganhe 50% a mais na sua primeira compra

Existe o mal da Umbanda Branca?

O mal existe em todos os lugares, no trabalho, na família, mas fazer o mal para alguém é outra coisa.

Nenhuma vertente da Umbanda, e agora não importa de que vertente estamos falamos, faz o mal.

A Umbanda não faz o mal nunca, a nossa missão é praticar o bem, e para isto não importa para quem seja, a Lei Maior, a Lei do Retorno, está se incumbira de aplicar as devidas lições a cada um de nós, se estivermos errados.

Se você está em uma casa que pediu algum dinheiro para fazer um trabalho de amarração por exemplo, você não está em um terreiro de Umbanda e nem será atendido por espíritos de Luz e sim por quiumbas (espíritos ainda sem luz, que fazem o mal em troca de alguma coisa).

Não existe fazer o mal na Umbanda, e nenhuma de suas vertentes.

Faça uma consulta agora mesmo

Conclusão

A Umbanda, não importa necessariamente se ela é branca, tradicional, traçada, de caboclos, ou ainda a mistura de Umbanda com Candomblé, os espíritos se forem de luz e trabalharem para a Lei Maior, irá trabalhar em qualquer casa que for chamado e se adequará ao ambiente em que esta tralhando.

Nem todo Preto Velho é preto ou velho, isto quer dizer que ele pode se apresentar no Kardecismo por exemplo com um espirito evoluído, não que ele não seja, mas usando uma vestimenta espiritual de acordo com o ambiente onde se atua.

Podemos nós, seres humanos mudar o nome da Umbanda e criar alguns conceitos que as diferencie, porém, estamos trabalhando com os mesmos espíritos, com a mesma espiritualidade, não existe diferença, existem as diferenças impostas pelos donos da casa, mas nenhuma no campo espiritual, pois todos trabalhamos para uma só causa, para um só Deus nosso pai Olorum.

A Umbanda sempre será a mesma, a forma de praticá-la é que sofrerá mudanças que podem agradar alguns e outros não, eu por exemplo adoro o toque do atabaque, dos pontos e das danças, isto tudo me remete a energia, sendo dissipada a do mal e absorvida a do bem.

Mas como disse antes, cada um escolhe a forma como quer praticar a sua caridade, através da caridade.

Salve a Nossa Umbanda!

 Gostaram do artigo?

Se sim, compartilhe em suas redes sociais.

Ficou alguma dúvida? Quer fazer algum comentário?

Nos envie um e-mail e teremos muito prazer em responder.

Relacionamento amoroso passando por problemas?

Com dúvidas sobre sua vida amorosa? Não tem certeza sobre o que esperar do futuro? Você e seu amor vão voltar? Faça uma consulta com nossos consultores e traga a paz de volta a sua vida.