junho 30, 2021

Nosso Lar: grande romance espírita e cidade espiritual

Nosso Lar: a obra de Chico Xavier

Nosso Lar é um romance do médium espírita brasileiro Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier.

Chico xavier

Publicado pela primeira vez em 1944, conta a história de André Luiz, destacado médico que vivia na cidade do Rio de Janeiro.

Depois de morrer, André Luiz não se encontra nem no Paraíso nem no Inferno, retratados nos ensinamentos que recebeu durante sua formação católica, mas sim no chamado umbral, região onde almas imperfeitas enfrentam as consequências de seus atos infelizes enquanto vivos.

Depois de um tempo, percebe a presença de Clarêncio, um espírito amigo que sempre tentava ajudá-lo durante sua permanência no umbral.

Clarêncio leva-o então para Nosso Lar, uma colônia de espíritos, ou cidade astral, onde André se familiariza com as complexidades da vida após a morte e da reencarnação.

O livro já foi traduzido para inúmeras línguas, como espanhol, inglês e francês.

Os personagens de Nosso Lar

Os principais personagens de Nosso lar são os seguintes:

André Luiz (espírito): o  protagonista, no começo da história ainda uma pessoa materialista e desligada de questões espirituais, que por isso acabará caindo no umbral.

Clarêncio: Um dos Ministros de Nosso Lar. Foi o espírito de luz que resgatou André Luiz do umbral, e este se tornou  um de seus tutelados.

Lísias: um amigo de André Luiz em Nosso Lar.

Narcisa: uma enfermeira da colônia Nosso Lar. Atua prestando ajuda espiritual aos que acabaram de chegar.

O que é uma colônia espiritual como Nosso Lar?

colônia espiritual

Nosso Lar, como outras colônias espirituais que existem no plano astral segundo a doutrina espírita e também outras vertentes espiritualistas, é um local onde se reúnem espíritos afins.

Os mais experientes e purificados ajudam outros que são resgatados do sofrimento do astral inferior,  ou seja, o umbral.

Este conceito tem como base muitas visões e experiências de diversos médiuns e videntes, de projetores astrais e de outras pessoas que se envolvem em práticas espirituais.

Segundo esta visão, o próprio Purgatório da tradição espiritual católica pode ser encarado como uma espécie de Nosso Lar, ou seja, como uma colônia espiritual de regeneração.

Estas colônias indicam uma realidade em que o sofrimento após a morte não é eterno, mas é suavizado pela misericórdia de Deus e pela bondade dos bons espíritos que estão a serviço da Lei Divina.

Todos os espíritos podem evoluir e melhorar, tanto nesta como em outras vidas, encarnados e ou desencarnados.

Na obra, André Luiz apresenta-se como um estudioso do mundo espiritual, já redimido de sua trajetória inicial complicada.

Ele “traduz” as suas percepções de uma maneira didática para que possam ser compreendidas por quem está encarnado, já que há conceitos de difícil entendimento no nosso plano, e coisas que são dificilmente traduzíveis em palavras.

Também pelo nível evolutivo dos espíritos que são ajudados, eles precisam de um certo apoio em formas e conceitos que se assemelham aos dos plano material, e é por essa razão que Nosso Lar conta com belezas que lembram as do nosso mundo, têm construções como prédios, e até um sistema de transporte (mesmo que saibamos que na realidade astral pode-se “voar” e circular livremente, mas isso se o espírito está suficientemente livre de amarras densas).

Segundo André Luiz, as formas de organização da colônia, e de como ocorrem trabalhos, com as divisões de tarefas e deveres, são criadas pelos espíritos superiores.

O objetivo é disponibilizar uma assistência constante aos espíritos desencarnados. Mas não só: também os encarnados são contemplados nesse auxílio.

Devemos nos lembrar que alguns bons espíritos que deixam essas colônias espirituais atuam como mentores e guias mesmo para pessoas que ainda vivem na Terra.

Adaptações da obra Nosso Lar de Chico Xavier

Nosso Lar foi um dos mais bem-sucedidos romances da obra psicográfica de Chico Xavier.

Portanto é natural que tenham sido feitas diversas adaptações, que podem servir de introdução tanto à obra de Chico como à doutrina espírita, assim como a uma visão mais espiritualizada da realidade.

Entre as mídias para as quais Nosso Lar já foi adaptado, temos uma audionovela e um filme longa metragem com o mesmo título do livro.

O filme foi lançado no dia 3 de setembro de 2010.

A Audionovela Nosso Lar

Contando com a produção realizada pela editora Elevação, a partir da iniciativa de José de Paiva Netto, a audionovela Nosso Lar foi concretizada sob a direção e adaptação do diretor de televisão Paulo Figueiredo.

Foi desenvolvida de uma forma diferente daqueles audiolivros convencionais onde a obra é simplesmente lida por inteiro.

Em vez disso, Nosso lar foi adaptado para um formato similar às novelas de rádio em que há trilha sonora, efeitos sonoros e personagens vívidos em uma representação que entretém o ouvinte, além de instrui-lo.

Nesta, produção, as vozes dos personagens da história pertencem a dubladores de renome, acostumados a atuar na dublagem dos filmes norte-americanos mais famosos.

O filme Nosso Lar

Um filme longa-metragem de mesmo nome foi lançado em 2010, dirigido e roteirizado por Wagner de Assis.

O filme Nosso Lar

O filme conta com alguns atores e atrizes muito famosos na teledramaturgia nacional, como Ana Rosa, Othon Bastos e Paulo Goulart, entre outros, e foi um sucesso de bilheteria, sendo assistido por mais de 4 milhões de espectadores nos cinemas.

Seu alcance, no entanto, foi muito maior. Até pela quantidade de dvds vendidos e também pelas cópias piratas que se espalharam logo após o lançamento.

Tudo isso serviu como demonstração para deixar evidente a popularidade de histórias com temas espíritas no Brasil.

A influência de Nosso Lar na cultura popular

A escritora Ivani Ribeiro usoi o livro Nosso Lar de Chico Xaiver como uma das bases e inspirações para escrever aquela que é talvez sua novela de maior sucesso: A Viagem.

Realizada pela primeira vez em 1975, a novela ganhou nova versão em 1994, e contou com um elenco de renome que incluía Antônio Fagundes, Guilherme Fontes e Cristiane Torloni.

Na novela, Alexandre é o personagem interpretado por Fontes (Ewerthon de Castro na primeira versão) que por seus erros despenca no umbral, mas consegue se redimir e voltar ao caminho da evolução espiritual.

Isso graças à ajuda do médium Alberto e da irmã Diná, que vive uma grande história de amor com o advogado Otávio, que por boa parte da história é um inimigo de Alexandre, pois foi quem o condenou à cadeia. Alexandre, por um bom tempo da trama, atua como obsessor do filho de Otávio e de outros personagens.

A novela, ao mesmo tempo que desenvolve temas comuns nas telenovelas como a história de amor, apresenta diversos conceitos da doutrina espírita, e serviu como instrumento de divulgação para livros como Nosso Lar e outras obras espíritas.



Marcello Salvaggio
logotipo amazon

Marcello Salvaggio


Sou escritor e pesquisador nas áreas da religião, da literatura, do misticismo e da história.
Considero a espiritualidade a chave fundamental para o entendimento de nossas vidas, para encontrarmos o verdadeiro sentido de nossa existência, e todo meu trabalho é orientado nesse sentido.
Tenho livros publicados no Brasil e na Itália e sou formado em Letras pela USP e auricoloterapia pelo instituto EOMA, escola especializada em acupuntura e em outros ramos da medicina tradicional chinesa.
No campo da terapia e do aconselhamento, considero essenciais a empatia e o respeito ao livre-arbítrio alheio.

Dúvidas no Amor?

Dinheiro?

Emprego?


Nossos Tarólogos Online respondem tudo!


A partir de R$ 9,90

Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas agora mesmo!


Veja também...

novembro 20, 2020

outubro 22, 2020

outubro 16, 2020

>