Nanã Buruque, a vovó da Umbanda

Nanã Buruque é considerada a vovó da Umbanda, um dos primeiros Orixás a ser criado, está ligada a criação do mundo.

Senhora do decantamento

Enquanto Mãe Iemanja e Mamãe Oxum, são responsáveis pela fertilidade, gestação e nascimento, Nanã Buruque representa a evolução, e é também a responsável por fazer a passagem deste mundo para o espiritual quando for o momento.

Tudo que precisa ser esquecido ou amadurecido, passa por Nanã Buruque, que é responsável por decantar e acalmar as coisas, ela leva para o fundo de seu lamaçal o que não serve mais para nós.

Uma das Orixás mais respeitadas, pois tem além da sua atuação na criação do ser humano, a autoridade de levá-lo de volta para o mundo espiritual.

Decanta, apaga memórias, vivências, sentimentos, isto acontece quando estamos entrando na velhice, fechando assim a linha da vida e nos preparando para a “morte”.

Conheça nossas Tarologas

Diz a lenda

Diz uma lenda, e mais uma vez existem várias lendas, que Nanã Buruque sempre dominou a morte, e Oxalá queria ter este domínio e descobrir como Nanã Buruque fazia, então Oxalá se aproximou dela e se casou com ela, porém não existia amor nesta relação.

Foi então que Oxalá fez um feitiço para Nanã engravidar, só que o bebê nasceu com sérios problemas de pele, e foi deixado por Nanã na praia para morrer.

Assim que soube do ocorrido, Oxalá condenou a Nanã Buruque a ter mais filhos com anomalias, e além disto a expulsou do local divino em que morava e a condenou a viver no pântano escuro.

Lenda, não consigo imaginar um Orixá, ainda mais Oxalá a fazer alguma coisa neste sentido.

O campo de atuação e de força de Nanã Buruque, são os pântanos e lamaçais.

Tarot baralho cigano runas buzios conheça nossas promoç

Características de Nanã Buruque

A incorporação de Nanã Buruque é lenta e curvada, por ser avó e muito mais velha, sua cabeça precisa ser coberta com um pano grande.

Não bebe e não fuma, fica sentada em um banquinho fazendo suas orações e pedindo por nós, às vezes se levanta anda um pouco pelo terreiro e volta a se sentar.

Suas cores são: o lilás, anil ou branco, uma destas cores sempre estará presente em suas roupas, velas, e acessórios como as guias.

Terça feira é seu dia de maior regência e sua data de comemoração é 26 de julho, pois foi sincretizada com a Santa Ana ou Sant’Ana que foi avó de Jesus Cristo.

Características dos filhos de Nanã Buruque

Calmos, lentos e donos de uma paciência que pode irritar as outras pessoas, não se preocupam com o amanhã, vivem o hoje, não existe pressa para estes filhos.

Se apegam demais ao passado e não pensam no futuro, ficam remoendo coisas que já passaram e acabam por guardar rancor.

Aparentam ter mais idade do que realmente têm, tanto mentalmente como fisicamente.

São razinzas e teimosos, mas ainda assim são pessoas boas, justas e sabias, que refletem muito sobre uma situação antes de tomar uma decisão.

A família é muito importante para eles, amam muito a família.

Cuidam muito bem de crianças, como fazem os avós, sempre com muito cuidado, amor e atenção.

Poderiam se dedicar a pedagogia e lecionar, seriam ótimos professores.

Não são vingativos nem impetuosos, apesar de serem filhos de Nanã Buruque.

veja os depoimentos Vida Tarot - Tarot online

 Saudação

Saluba Nanã! O que quer dizer: Salve a Rainha da Lama!

 Oferendas

Nunca faça uma oferenda sem que ela tenha sido solicitada por uma entidade ou Orixá, cada necessidade tem um tipo diferente de entrega e local.

Se precisar de ajuda e não puder ir até um centro de Umbanda, acenda uma vela e faça o seu pedido, você com certeza será atendido.

  • Sarapatel (este precisa ser feito pelo Pai ou Mãe da casa)
  • Batata Roxa (pirão)
  • Jaca

O local de entrega pode ser em um lamaçal, mas dependo do pedido e necessidade talvez o local seja outro.

Consulte os Búzios e o tarot online via chat

Conclusão

Avó da Umbanda, um dos Orixás mais velhos Nanã Buruque esta presente em toda a nossa linha da vida e da evolução.

No barro que nos formou e forjou, nas emoções que apaziguou, na evolução dos nossos sentimentos, até a nossa morte, ou melhor até a nossa passagem para o plano espiritual.

Ela está presente em todos os momentos, quando precisamos esquecer ou amenizar algum sentimento quer seja de ódio ou de amor, é para ela que pedimos ajuda.

Ela decantará no fundo do seu lamaçal as mazelas que nos impedem de seguir adiante, de conseguirmos a nossa evolução.

Orixá temida, devido ao seu poder, mas querida pois nos trará como netos, ainda no caminho da evolução e com muitos erros ainda por cometer.

E a cada erro, ela estará lá para nos ajudar, não com o esquecimento, mas com a lição aprendida no erro, e se não aprenderemos ela estará lá quando cairmos novamente.

Em terreiros de Umbanda é raro ter uma gira de Nanã Buruque, mas em festas quando ela se apresenta, com seus caboclos que trabalham em sua linha, a esperança e a confiança se refazem em nossas almas.

Sabemos que podermos contar com ela, sempre que precisarmos e teremos sempre o seu colo de avó.

Mas não se iludam, ela é rígida com seus filhos, e ai daquele que sair da linha, a correção será como filho e não mais como avó.

Rígida, porém com muito amor e paciência, pois sabe que nossos entendimentos são limitados enquanto encarnados e que ainda estamos no processo de evolução, que poderá levar um tempo maior para alguns.

Mas basta seguir no caminho do bem, que nenhum Guia ou Orixá nos deixará sozinho, estamos sempre acompanhados de uma entidade, e com os olhos de Nanã Buruque sobre nós.

Saluba Nanã Buruque!

 Gostaram do artigo?

Se sim, compartilhem em suas redes sócias.

Ficou com alguma dúvida ou tem algum comentário que queria fazer?

Mande nos um e-mail e teremos muito prazer em responde-lo.

Abraços e até o próximo artigo.

ganhe 50% astrologia Vida Tarot