março 8, 2021

Empoderamento: Aproprie-se de você mesma.

O que é o empoderamento feminino?

O empoderamento feminino é um processo de crescimento e fortalecimento das mulheres. Indica um aumento do senso de poder e confiança das mulheres em suas habilidades.

Baseia-se no aumento da autoestima, do amor-próprio e da autodeterminação e está fortemente conectado à assertividade, à inteligência emocional e à capacidade de definir e alcançar os objetivos pessoais e profissionais.

Nascido como um princípio de apoio à igualdade e à emancipação das mulheres, para combater a discriminação de gênero, o empoderamento visa, em um sentido mais amplo, despertar o potencial interno de cada mulher, levando cada uma a alcançar sua plena realização individual.

Por que se empoderar?

empoderamento

Muitas mulheres estabelecem objetivos menos ambiciosos do que realmente poderiam alcançar. Ou então os abandonam ao longo do caminho.

Isso porque, muitas vezes sem perceber, são influenciadas por elementos culturais que as limitam. Por exemplo, algumas mulheres podem se afastar de carreiras como a engenharia e outras por estarem mais ligadas a um mundo masculino.

Ou, algo ainda mais simples, querem jogar futebol, ou para se divertir ou mesmo para seguir carreira, e se inibem e não jogam porque é considerado na maioria dos países um esporte masculino.

Algumas mulheres nem tentam perseguir seus objetivos porque são condicionadas a desistirem por uma baixa autoestima ou por experiências negativas anteriores.

Outras ainda se cansam devido a preconceitos de gênero que precisam constantemente enfrentar.

Ou então desistem de suas metas porque estão passando por um momento de cansaço, desconfiança ou sobrecarga.

Qual o objetivo do empoderamento feminino afinal?

É recuperar energia e autoconfiança para alcançar a plena realização de seus desejos, a obtenção de seus objetivos e o sucesso pessoal e profissional, o que quer que ele signifique para você. Como cada mulher é única, cada uma sabe onde quer chegar e o porquê.

Como desenvolver seu empoderamento

como-desenvolver-seu-empoderamento

Em primeiro lugar, busque amar a si mesmo e confiar em seu potencial. Você sabe o que é e o que quer.

Não se deixe abalar por críticas: aproveite as que forem construtivas e descarte o que for machista, tóxico e destrutivo.

Não aceite empregos em que você é destratada ou ganhar menos apenas por ser mulheres, se as funções desenvolvidas são exatamente as mesmas.

Empoderamento implica em também em buscar condições justas no trabalho.

Denuncie a violência. Caso sofra com ela, não fique de braços cruzados.

Empoderamento também é não aceitar humilhações: se a violência física é terrível, a emocional também não fica atrás. Não aceite assédio moral no trabalho e nem que um amigo ou parceiro amoroso seja obsessivo ou tóxico com você.

Não seja tolerante com o assédio sexual: claro que uma cantada não ofensiva, por exemplo em uma festa ou ambiente descontraído em que você está aberta para isso, não é nada de prejudicial. Pelo contrário, pode ajudar na sua autoestima. Mas se há abuso e o ambiente é de trabalho e não tem nada de paquera e azaração no meio, então é bom ficar esperta.

Empoderamento é ter confiança em si o bastante para não se sujeitar ao assédio.

No campo do desenvolvimento pessoal, para promover o próprio empoderamento, antes de tudo cuide de sua formação, de sua educação: faça cursos, estude, se atualize, mantenha-se informada.

Busque empresas que te deem espaços de fala. Em que você não precisa ficar calada apenas por ser mulher.

O empoderamento também pode andar junto com o empreendedorismo. Estude sobre áreas que possam ser boas para você ter sua própria empresa ou abrir um pequeno negócio.

Não se deixe desmotivar diante das primeiras dificuldades: claro que elas surgirão, mas firme-se, mantenha as mangas arregaçadas e conseguirá chegar no lugar em que deseja estar.

Empoderamento significa fazer as coisas com convicção. O que não é ser inflexível, pelo contrário: tendo objetivos firmes, você muitas vezes vai se dar conta que precisa ser flexível para chegar a eles, aprendendo constantemente com as outras pessoas. Empoderamento, afinal, também é aprendizado, pois crescemos ao nos relacionarmos.

Por outro lado, ao nos relacionarmos e sermos flexíveis também não devemos nos curvar. Portanto, pare de querer corresponder às expectativas dos outros, principalmente quando são exageradas ou não têm relação com o que você quer.

Não se curve ao que os outros querem. E não fique se cobrando demais.

Não deixe que as expectativas de outras pessoas limitem ou dirijam os seus objetivos.

Você é a dona de sua própria vida! Empoderamento é assumir a direção dela.

Seus pais querem que você seja médica ou advogada? O namorado acha que você precisa perder alguns quilos? A família cobra você para se casar e ter filhos?

Essas são escolhas que você tem que fazer. Que você deve fazer por si mesma. E não pelos outros.

Outra coisa que você deveria aprender a cultivar é o respeito às outras mulheres.

Se não respeita as outras mulheres, como pode querer ser respeitada? Evite ficar criticando suas colegas e amigas, ou mesmo as desconhecidas. Para o empoderamento feminino na sociedade, é de grande importância que as mulheres fiquem unidas.

Não para de alguma forma combaterem os homens. E sim para se afirmarem na igualdade.

A união entre as mulheres é essencial para o crescimento de todos. Caso veja a outra mulher como uma rival ou mesmo uma inimiga, a tendência é vocês duas saírem prejudicadas.

Empoderamento, lembre-se, significa aceitar e permitir que pessoas que estão do lado de fora dos processos de tomada de decisão participem dessas decisões. O empoderamento feminino se aplica às mulheres, a que elas tomem as decisões relevantes sobre suas próprias vidas. Portanto, se você prejudicar ou bloquear o acesso ao empoderamento de alguma outra mulher, estará prejudicando uma engrenagem de todo o processo de empoderamento da sociedade.

Por exemplo, você é uma empresária que não gosta que determinada mulher se vista de determinada maneira e por isso não a contrata, mesmo sendo uma boa profissional.

Procure conversar com a pessoa, orientá-la, falar sobre o que te agrada e o que não, para que ela possa também se adaptar e aprender. Evite simplesmente excluir outra mulher da oportunidade que você pode dar apenas por uma única coisa que não te agradou.

O empoderamento é o processo que gera poder para os indivíduos sobre suas próprias vidas e sobre a comunidade.

As pessoas têm poder quando conseguem acessar as oportunidades disponíveis sem limitações e restrições, sem que o preconceito as prejudique de alguma forma.

Portanto, não seja preconceituosa e também não aceite preconceitos. Procure sempre salientar a importância, em si mesma e para as outras pessoas, das virtudes da autoestima.

Assim, segundo esses passos, cada mulher contribuirá para que no futuro tenhamos uma sociedade mais justa e igualitária.

Gostou do artigo? Comente aqui e compartilhe em suas redes sociais.



Dúvidas no Amor?

Dinheiro?

Emprego?


Nossos Tarólogos Online respondem tudo!


A partir de R$ 9,90

Consultores VidaTarot

Coloque um ponto final nas suas dúvidas agora mesmo!


Veja também...

outubro 21, 2021

outubro 12, 2021

outubro 5, 2021

>