A defumação não é exclusiva da Umbanda, nós temos nas igrejas católicas o mesmo rito e com funções semelhantes.

O que queremos ao defumar um ambiente é harmonizar as energias do local e das pessoas.

Cristo quando nasceu ganhou presentes dos três Reis Magos, entre eles estavam a mirra e um incenso, isto porque a defumação é muito mais antiga e utilizada do que sabemos ou do que imaginamos.

Os índios usam muito a defumação, para afastar maus espíritos e trazer boas energias.

Na Umbanda a defumação tem a mesma função, ou seja, de harmonizar o ambiente, os trabalhadores e a assistência, para que os trabalhos aconteçam de forma harmônica.

Deve-se começar a defumação pelo Congá, passando pelos médiuns da corrente, assistência e depois o lado de fora do terreiro até chegar no portão.

É feito desta forma de dentro para fora, para levar todas as energias negativas que houver, para fora do ambiente e não permitir que outras entrem.

Teremos alguns tipos de defumação na Umbanda, a de limpeza, descarrego e fixação, entre outros. Mas vou falar destes três porque são os mais usados e conhecidos.

leitura Tarot orientação clara e objetiva

Defumação de Limpeza

Esta defumação tem como objetivo, como o próprio nome diz, limpar o ambiente, retirar do local toda e qualquer energia negativa, que possa atrapalhar os trabalhos daquele dia.

Devemos usar ervas secas colocadas em cima de carvão em brasa dentro de um turíbulo.

No geral o Pai da Casa escolhe as ervas que devem ser usadas, mas se a limpeza for pesada o ideal é usar ervas quentes, que tem a função de “queimar” “derreter” “ eliminar” “anular” as larvas, miasmas ou crostas que ficaram impregnadas no ambiente depois do ultimo trabalho.

Exemplo de ervas quentes:

  • Casca de alho
  • Arruda
  • Guiné   
  • Bagaço de cana
  • Pimentas de qualquer tipo

Entre outras várias ervas.

Tarot baralho cigano runas buzios conheça nossas promoção

Defumação de descarrego

Esta defumação na Umbanda, é muito parecida com a de limpeza a diferença aqui é que podemos usar ervas normas.

Ervas normas têm a função de equilibrar, harmonizar, apaziguar pessoas.

Descarregar é livrar apenas o consulente e a corrente mediúnica das influências negativas que podem ter sido levadas por nós mesmos no caminho até o terreiro, ou de alguma energia negativa da casa em que vivemos.

Exemplos de Ervas mornas:

  • Alfazema
  • Rosa Branca
  • Anis estrelado
  • Hibisco (apesar de ser erva de Pombo Gira)
  • Manjericão
  • Sálvia

Entre outras ervas.

A defumação acontece com ervas secas colocadas no turibulo com carvão em brasa, defuma-se os filhos da casa e os consulentes, na verdade todas defumação acaba por defumar os que estão presentes no ambiente.

Da mesma forma que a de limpeza, começa-se pelo Congá e vai até o portão defumando tudo.

Defumação de fixação

Esta defumação na Umbanda, tem por finalidade fixar as energias boas nos médiuns para os trabalhos daquele dia.

Se o trabalho ou gira, será de caboclos, então a defumação será feita para caboclos, ou podemos fazer para Oxalá, com ervas que fixam a energia destas linhas de trabalho.

Ganhe 50% de créditos a mais na primeira compra

Ervas de Oxalá:

  • Malva Branca
  • Boldo Africano
  • Boldo
  • Rosa Branca
  • Bálsamo
  • Fortuna
  • Manjericão

Entre outras

Ervas de Oxóssi:

  • Abre caminho
  • Guiné
  • Alecrim
  • Capim Cidreira
  • Hortelã
  • Café
  • Cipó de Caboclo

Entre outras.

A forma de defumação é a mesma, erva seca, nesta defumação apenas os médiuns são defumados, mas se houver consulentes no ambiente, eles também receberão a defumação.

O Pai da Casa pode escolher que tipo de defumação ele quer fazer, na verdade a de fixação são muito especificas, e raramente elas acontecem.

No geral o Pai da Casa usa uma mistura de sete ervas para defumar, e alguns talvez desconheçam as ervas quentes, normas e frias.

E por conta disto acabam por usar as ervas mais comuns para defumação, não levando muito em conta que tipo de trabalho será realizado naquele dia, quais as entidades que viram, enfim.

veja os depoimentos

Conclusão

Nenhum trabalho de umbanda começa sem uma defumação, a defumação nos livra e nos protege do mal.

O ideal é que todo pai de santo soubesse usar as ervas de uma forma melhor, para harmonizar e facilitar o trabalho a ser realizado naquele dia, com as ervas da falange ou do Orixá de trabalho.

A fixação neste caso seria maior, e a incorporação mais forte, não quero dizer com isto que as outras defumações nos impeçam de incorporar nossos guias, mas com a erva certa, estaríamos nos aproximando ainda mais da entidade.

Já que assim como o banho, a defumação é a harmonização das energias locais com as nossas, o equilíbrio entre as energias, para que possamos trabalhar de forma mais acertada e protegida.

Como disse antes, a maioria das casas de Umbanda, defumam com sete ervas, sempre em número ímpar, podem misturar as ervas que quiserem, mas precisam apenas ter o cuidado de uma erva não anular a energia da outra, por exemplo casca de alho e rosa branca.

Casca de alho é erva quente que anula, destrói, derrete as larvas e miasmas, a rosa branca é erva norma, que tem como função equilibrar, suavizar, energizar, se usarmos as duas juntas, uma ira anular a outra.

No geral os Pais de Santo usam as 7 ervas mais conhecidas que são:

  • Alecrim
  • Arruda
  • Guiné
  • Alfazema
  • Abre Caminho
  • Espada de São Jorge
  • Comigo ninguém pode

Mas como disse, nem todo Pai de Santo usam estas ervas, às vezes nem usam as sete, usam apenas algumas, mas o importante aqui é usar ervas em quantidade ímpar, e tomar o cuidado de uma não anular a outra.

Nas relacionadas acima, nenhuma erva anula a outra, podemos usar em número ímpar, com 1, 3, 5 ou 7 tipos de ervas.

Uma boa defumação garante o equilíbrio e a sustentação dos trabalhos e de seus participantes.

Toda energia negativa, é desfeita através da defumação, por isto ela é fundamental em todos os trabalhos de Umbanda.

Gostaram o artigo?

Se sim, compartilhe em suas redes sociais.

Ficou com alguma dúvida, ou quer fazer algum comentário ou sugestão?

Mande-nos um e-mail e teremos o maior prazer em responder.

Até o próximo artigo.