Cristais diversos e para que utilizá-los

Pedras emitem energia e são utilizadas há milênios por diversas civilizações para equilibrar o fluxo do corpo e os chakras, tratar doenças, harmonizar ambientes, atrair sorte e bloquear energias negativas. Cristais possuem frequência vibracional e estão no segundo plano de existência, abaixo de nós, seres humanos por serem minerais.

Com milhares de anos, essas magníficas pedras são formadas no magma e expelidas para a superfície após sofrerem com altas temperaturas, compressão, gases, lava vulcânica, água e outros agentes naturais.

Encontram-se na natureza de forma bruta como cubos, lâminas, agulhas ou placas. Podem formar seixos rolados se forem levadas ao longo de um curso d’água, como um rio, por exemplo. Após retirados da terra, podem ser lapidados pelos seres humanos, como ocorre com as chamadas pedras preciosas: diamante, rubi e esmeralda.

Cristais conduzem e amplificam energia. A ciência se baseou na estrutura deles para construir máquinas que mudaram a história da humanidade. As transmissões radiofônicas, a fibra ótica e os chips de computadores, por exemplo, são feitos com essas rochas.

Conheça os principais tipos de cristais

Ágata: indicado para insônia, para obter autoconfiança e contra o mau olhado.

Água Marinha: indicado para tratar distúrbios glandulares, ela ajuda na digestão. Também estimula a coragem e acalma os nervos – reduzindo o medo e o stress.

Alexandrita: essa lindíssima e mística pedra é uma esmeralda de dia e um rubi à noite. Indicada para tratar distúrbios do baço, do sistema imunológico e a leucemia.

Amazonita: atrai dinheiro, acalma o sistema nervoso e permite que a comunicação flua naturalmente evitando ruídos.

Âmbar: uma resina fossilizada de 40 milhões de anos que estimula o intelecto, ajuda na perda de memória, trata doenças no fígado e nos rins e cura a prisão de ventre.

Ametista: por acalmar a mente é muito utilizada para meditação. Cura tristeza, mágoas, depressão e pesadelos.

Cacoxenita: trata disritmias, epilepsias,  derrame cerebral (AVC), convulsões, esquizofrenia e outros transtornos mentais.

Calcita: auxilia na capacidade mental e ajuda os rins na eliminação de toxinas. Elas está disponível em três cores. A amarelada protege empatas de energias externas e atrai riquezas. A alaranjada permite a concretização dos objetivos. A esverdeada abre caminhos e elimina o medo e o stress.

Carvão: capta as baixas vibrações de pessoas e ambientes.

Citrino: purifica o sistema endócrino e digestivo, fornece força de vontade e motivação e afasta tendências suicidas.

Coral: remove impurezas da corrente sanguínea ao mesmo tempo em que trata problemas ósseos.

Diamante: estimula uniões duradouras (por isso é muito utilizado em anéis de noivado), purifica, atrai confiança e abundância e atua sobre o chacra coronário.

Dolomita: trata dor, distensão abdominal, dor no peito, menstruação e agressividade.

Esmeralda: trata a coluna, a musculatura, o reumatismo, problemas de visão, o cabelo e as unhas. Auxilia na clarividência.

Enxofre: utilizada para proteção, afasta doenças, protege em hospitais e velórios e afasta obsessores.

Granada: estimula o magnetismo pessoal, o impulso sexual, a vitalidade, a coragem, a autoconfiança e o sucesso.

Jade: estimula o amor, a coragem, a justiça e a sabedoria.

Lápis-lazúli: trata os males da garganta. Elimina timidez. Ativa a memória e estimula a inteligência.

Mármore: protege o lar.

Olho de Tigre: abre a terceira visão e permite realizar sonhos. Representa o yin e yang.

Ônix: há uma crença de que um um anel de prata com ônix no dedo médio deixa a pessoa invisível para os perigos. Essa pedra também auxilia com questões relacionadas ao karma.

Opala: conhecida como a pedra das bruxas e dos ladrões, trata o autismo e a epilepsia.

Pedra da Lua: promove a harmonia. Favorece os namorados em dias de lua cheia. Aumenta a fertilidade e auxilia no tratamento de problemas menstruais e da menopausa. Estimula a clarividência, permitindo o acesso ao subconsciente.

Pérola: com alto teor de cálcio e proteína, ela absorve energias negativas canalizando-as de volta ao emissor. Diminui o stress e a hipertensão. Estimula a produção de anticorpos e protege contra infecções.

Pirita: conhecida como pedra de fogo (produz faíscas ao ser golpeada), ela reduz a ansiedade, atrai riquezas e auxilia os sistemas circulatório e respiratório.

 Quartzo: encontrada em diversas cores. Na forma azulada fornece paciência, tolerância e compaixão e é anti-inflamatória. Na forma branca, equilibra emoções e afasta energias negativas. É muito utilizada em sessões de cura e para harmonizar ambientes. Na forma fumê é usada para meditação para acessar áreas obscuras preenchendo-as com luz e amor. Na forma rosa harmoniza relacionamentos, limpa as energias negativas da culpa, do medo, dos ciúmes e da raiva. Emana amor.

Sal Grosso: conforme vimos neste artigo (linkar para o artigo de sal grosso) ele atua realizando uma limpeza energética em pessoas e ambientes.

Safira: pedra que estimula a espiritualidade, a devoção e a paz interior. Fortalece a fé.

Dicas para (re)energizar o seu cristal

Essas pedras tão especiais precisam de cuidados e precisam ser (re)energizadas periodicamente. Para isso siga essas orientações: deixe cristais maiores próximos a elas; deixe-as no sol; lave-as com água e sal marinho; defume-as com sálvia; e deixe-as imersas no arroz.

Ao segurar uma pedra desta pela primeira é importante dar atenção total a ela durante alguns instantes mentalizando coisas boas e emanando energia positiva. Deixe seu cristal mergulhado em água durante um dia inteiro. Coloque-o em uma janela onde receba sol de forma intensa. Faça uma meditação e em seguida beba a água. Assim, estará energizado.

cristais