julho 17, 2020

Corpo físico, o mais denso dos 7 Corpos Sutis – Como Equilibrar?

COMPARTILHE

Sobre o corpo físico

Sabemos o que constitui nosso corpo físico: nossa pele e tudo sob a pele; o cérebro, os órgãos, o nosso rosto, nossos olhos, ouvidos, boca e nariz.

É o sistema esquelético, o sangue, as artérias, as veias, os tendões e os ligamentos. Geralmente sabemos quando nosso corpo físico está satisfeito ou não, machucado ou não, feliz ou não, saudável ou não.

Seus sinais são visíveis e geralmente reconhecíveis. Nossa cultura médica ocidental coloca muita ênfase neste corpo e procura sempre impedir que ele experimente dor ou desconforto. Por isso a enorme quantidade de medicamentos existentes.

Não que os medicamentos sejam ruins. Em muitos casos eles se tornaram indispensáveis, pelo nível de dano já feito ao corpo físico. Mas devemos sempre tomar cuidado com os abusos. Tudo o que vai contra o equilíbrio é sempre danoso, e tende a gerar consequências ruins para nós.

Até para evitar desgaste do corpo físico, e assim prevenir a ingestão de remédios, o mais correto seria as pessoas recorrerem com mais frequência a práticas que podem prevenir as doenças.

A acupuntura, por exemplo, atua muito bem na prevenção de doenças. O Yoga também pode ajudar a construir um corpo mais flexível, forte e saudável. A meditação nos ajuda a afastar pensamentos ruins que podem produzir substâncias danosas ao corpo físicos.

Somos um conjunto de todos os corpos do Ser. E não podemos nem dar excessiva importância ao corpo físico, nem negligenciá-lo, pois é ele nosso veículo para nos locomovermos neste plano.

O que representa o corpo físico.

Ele é nossa experiência física no mundo, nossa fisiologia, nossa capacidade de curar.

Curamos a nós mesmos quando nos elevamos, quando permitimos que vibrações elevadas cheguem até nós e transmutem nossas células.

Milagres podem acontecer. Há relatos de curas instantâneas. Mas é mais comum que os frutos da autocura cheguem por meio de um trabalho gradual, com persistência.

Corpo físico, o mais denso dos 7 Corpos Sutis - Como Equilibrar?

Como o corpo físico deve se comportar quando equilibrado

Nos sentimos abertos, flexíveis e saudáveis.

Nossos elementos vitamínicos e minerais devem estar equilibrados e livres de dor, toxicidade e acidez.

Para isso, nossa alimentação deve ser saudável, centrada em frutas e legumes. Devemos evitar o excesso de açúcar, sal e carne.

Ao mesmo tempo, cada organismo é único e há profissionais que são capacitados para produzir uma dieta para cada pessoa.

Dietas mais radicais, que envolvem riscos para a saúde, precisam ser acompanhadas por profissionais.

E o jejum, que é benéfico para o corpo e para o espírito, também deve ser aplicado com discernimento e atenção. É uma técnica que requer treino, paciência, e recomenda-se sempre ir gradualmente.

O corpo, quando equilibrado e bem nutrido, nos faz sentir melhor e facilita nosso trabalho espiritual.

A sexualidade é vivida de forma natural, sem culpas e sem excessos, e ela se conecta ao amor pelo parceiro, o que deve levar também ao amor pelo próximo.

Em caso de uma escolha por uma vida celibatária, a castidade é vivida com serenidade e faz parte de um trabalho de transmutação de energias.

O corpo quando desequilibrado

O que dizer dos desequilíbrios em relação ao corpo físico?

Quando em desarmonia, o corpo envelhece mais rapidamente, se machuca mais facilmente e perde elasticidade. A função dos órgãos é interrompida, há problemas com absorção e eliminação e há uma sensação de aperto, peso e estresse em nossa estrutura esquelética.

Podem surgir doenças motoras, atrite, artrose, osteoporose, Parkinson.

As doenças são sempre reflexos de como tratamos nós mesmos. Assim como podemos ficar doentes se espiritualmente estamos mal, também ficamos doentes em consequência do desequilíbrio físico.

Esse desequilíbrio pode ser causado por cansaço, falta de sono, excesso de trabalho e alimentação errada: muitas frituras, açúçar, carnes e sal em excesso.

A sexualidade de um corpo desequilibrado é vivida de forma desregrada, sem consideração pelo próximos, por mero prazer egoísta. Ou pode ser cheia de travas e culpas.

Pode-se ter uma vida sexual cheia de frustrações. Ou mesmo pode-se viver a falta do sexo sem que isso tenha sido uma escolha do indivíduo. Nesse caso, em lugar da transmutação da energia, ocorre perda de energia.

O indivíduo se sente frustrado e nervoso e pode recorrer até a pornografia, que em excesso enfraquece o corpo, vicia o cérebro por meio das enormes doses de dopamina que fornece e atrai entidades do astral que podem prejudicar ainda mais a relação do indivíduo com a sexualidade.

Corpo físico, o mais denso dos 7 Corpos Sutis - Como Equilibrar?

As qualidades de alguém equilibrado em relação ao físico

Encontramos aqui alguém que tem força física, beleza e demora a mostrar sinais de envelhecimento. Mesmo quando idoso, é aquela pessoa idosa forte, bem disposta, e muitas vezes ativa e saudável sexualmente mesmo com o passar de tantos anos.

Encontramos aqui pessoas seres e bem-humoradas, que mesmo nos seus dias ruins tendem a mostrar mais satisfação e apreço pela vida do que tristeza, raiva ou outros sentimentos negativos.

Por consequência, são pessoas que podem ter melhores experiências espirituais caso se dediquem à espiritualidade.

Formas de equilibrar o corpo físico:

Há diversos meio para promover equilíbrio e saúde para o corpo físico.

São benéficos: ginástica moderada, meditação, caminhada, massagem, brincadeiras com os pés descalços ou com as mãos nuas (na terra, na água, na areia), yoga, acupuntura, alongamento e exercícios de sustentação de peso que permitam que sinta a força em seu próprio corpo e a união de todas as coisas físicas.

Como a espiritualidade afeta o corpo físico?

Algumas pesquisas mostram uma conexão entre suas crenças e sua sensação de bem-estar. Crenças positivas, conforto e força adquirida com a religião, com meditação e oração podem contribuir para o bem-estar.

Segundo a própria ciência, podem  até promover a cura. Há casos até de pacientes de câncer desenganados curados pela fé.

Contudo, caso uma cura muito esperada não aconteça, frustrar-se também não adianta.

Melhorar a saúde espiritual, mesmo quando ela não cura uma doença, pode ajudar o ser humano a se sentir, na medida do possível, bem consigo mesmo, com os outros e com toda a vida ao redor.

A morte do corpo físico é inevitável

Quando a isso não podemos ter dúvidas. Mas temos que ter em mente que depois um imenso universo nos espera. Temos todos os outros corpos que nos proporcionarão outras incríveis formas de existência.

Pela alquimia, ou pela Ascensão Espiritual, seria possível elevar a tal ponto a matéria do corpo físico que a imortalidade na Terra poderia ser palpável. Mas nesse caso um corpo ascencionado ou transmutado pela alquimia já nem pode ser considerado mais um simples corpo físico. Não como o nosso.

É um corpo superior, como aparece nos relatos da Ressurreição de Cristo.

Portanto, a princípio, até porque dificilmente a maioria de nós alcançará nesta encarnação um estágio tão elevado, devemos encarar o corpo físico como um degrau de uma imensa escada. Um degrau que fica para trás, mas muito importante na nossa subida.

Corpo físico, o mais denso dos 7 Corpos Sutis - Como Equilibrar?

Gostou do artigo? Comente aqui e compartilhe em suas redes sociais.

Gratidão, Paz e Luz


Compartilhe!


VT-Post-Vanessa-Ramos

Marcello Salvaggio


Sou escritor e pesquisador nas áreas da religião, da literatura, do misticismo e da história.
Considero a espiritualidade a chave fundamental para o entendimento de nossas vidas, para encontrarmos o verdadeiro sentido de nossa existência, e todo meu trabalho é orientado nesse sentido.
Tenho livros publicados no Brasil e na Itália e sou formado em Letras pela USP e auricoloterapia pelo instituto EOMA, escola especializada em acupuntura e em outros ramos da medicina tradicional chinesa.
No campo da terapia e do aconselhamento, considero essenciais a empatia e o respeito ao livre-arbítrio alheio.


Veja também...

setembro 28, 2020

setembro 25, 2020

setembro 14, 2020

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"b4fbe":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"b4fbe":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"b4fbe":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Publicação Anterior
__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"b4fbe":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"b4fbe":{"val":"var(--tcb-skin-color-0)"}},"gradients":[]},"original":{"colors":{"b4fbe":{"val":"rgb(19, 114, 211)","hsl":{"h":210,"s":0.83,"l":0.45}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
Próxima Publicação

Deixe seus comentários...

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>