maio 3, 2021

O chakra do plexo solar: Chakra Manipura

Características gerais:

O chakra do plexo solar: Chakra Manipura

Localização: Plexo solar

Função: Expansão, consciência da vida, ação, vontade e prazer

Cor: Amarela

Elemento: Fogo

Sentido: Olfato

Cristais e pedras: todas as pedras amarelas, em especial calcita, citrino e topázio

Mantra: Ram

Nota: Mi

Animais: O Carneiro, também associado ao signo de Áries, símbolo do fogo

Manipura é o nome do terceiro chakra, também conhecido como chakra do plexo solar.

Como o nome sugere, esse chakra está localizado na área do plexo solar, ou seja, entre o umbigo e o esterno, logo abaixo do diafragma.

Seu nome em sânscrito significa “a cidade da joia brilhante”, em referência ao nosso eu e realização pessoal. Nossa realização é justamente essa joia, guardada dentro dessa cidade.

O significado do chakra Manipura ou chakra do plexo solar está conectado aos nossos sonhos, desejos e ambições e governa a aceitação de nós mesmos, a autoestima e o relacionamento com os outros.

É representado por uma flor de lótus com dez pétalas amarelas que representam os dez nadis (canais de energia do corpo) dos quais o chakra se origina.

No centro da flor, há um triângulo vermelho invertido com a sílaba Ram inscrita no interior.

O elemento que representa o terceiro chakra é o fogo e a cor que está associada a ele é a amarela, fortemente ligada à energia solar e ao esplendor simbólico da auto-realização. Há muitas tradições que dizem que o processo de iluminação começa pelo chakra do plexo solar.

Chakra do plexo solar também está associado ao poder pessoal, à autoconfiança e, em geral, a tudo o que tem a ver com o ego e a realização dos objetivos.

Sinais de problemas no chakra do plexo solar

problemas no chakra solar

Quando o terceiro chakra está bloqueado, as consequências afetam principalmente nossa visão da vida: ela parece decepcionante, insatisfatória, sem nenhum incentivo ou forte motivação para seguir em frente.

Existe o risco de cair em depressão e apatia, deixando o pessimismo assumir o controle e interromper qualquer desejo de mudança pela raiz.

É algo diferente do que é causado pela falta de vitalidade no chakra básico. Você pode até sentir e ter energia para fazer as coisas, mas simplesmente não faz porque seu estado de espírito não permite isso.

Pessoas que são excessivamente tímidas ou introvertidas e aquelas que constantemente sentem uma sensação de inadequação, que não se encaixam em lugar nenhum e não conseguem se adaptar, geralmente têm problemas precisamente no nível do chakra do plexo solar.

O chakra do plexo solar quase sempre está bloqueado naqueles que sofrem da síndrome do impostor, uma síndrome que nos leva a pensar que todo o nosso sucesso foi conseguido por enganar os outros, fazendo com que eles acreditassem que somos melhores do que realmente somos.

Você pode ter essa síndrome, e nesse caso deve buscar ajuda terapêutica, caso se subestime o tempo todo e não entenda o que os outros veem em você.

Você não consegue entender como podem existir pessoas que te admiram e te amam. Um pensamento que você deve tratar de afastar: você merece ser amado e admirado apenas por ser filho/a de Deus. Todo o resto é consequência.

Não agir no bloqueio do terceiro chakra pode nos levar a sérios problemas de depressão e exaustão nervosa e, a longo prazo, também envolver os órgãos internos associados à região do plexo solar, principalmente o pâncreas e o estômago, levando ao acúmulo de gordura subcutânea e a problemas de digestão.

Sintomas que o chakra do plexo solar está equilibrado

Quando o chakra do plexo solar está equilibrado, nossa visão da vida é o oposto do que ocorre quando há desequilíbrio.

Você se sente muito estimulado a seguir em frente. Está satisfeito mesmo se tem pouco no momento, o que não significa se acomodar, mas ser feliz e aproveitar o momento. Você sempre encontra motivações para agir.

Você não cai na depressão e na apatia. Sua atitude é otimista e aceita transformações. Se precisa mudar, muda sem medo.

Seu estado de espírito prioriza a criatividade. É dinâmico, extrovertido ou, mesmo quando tímido, isso não é exagerado e não se permite restringir por essa timidez. Você se adapta bem em lugares diferentes. Tem um sentimento de pertencer ao mundo como se este fosse uma grande fraternidade.

Está convencido do seu valor e importância e se considera digno de ser amado e valorizado.

No nível físico, seu sistema digestivo funciona bem e não sofre de obesidade causada por fatores internos, como pode acontecer com uma depressão que leva a pessoa a comer em excesso.

Exercícios para reequilibrar o terceiro chakra

Exercícios para reequilibrar o terceiro chakra

A melhor maneira de manter o terceiro chakra aberto e equilibrado é em primeiro lugar gastar nossas energias para melhorar a imagem que temos de nós mesmos, começando por fora.

Ajuda muito nos vestirmos bem (não significa usar roupas de grifes, mas roupas que nos façam sentir bem e sejam bem cuidadas e limpas), cuidar de nós mesmos, praticar atividade física.

Em segundo lugar, precisamos cuidar da esfera emocional e intelectual: reconheça seus próprios sucessos; fique feliz com metas alcançadas e estabeleça outras para melhorar sua vida.

É sempre aconselhável cultivar nossas habilidades e talentos, talvez participando de alguns cursos. Ou então se jogue em um novo hobby que ajude você a se distrair.

Outro exercício muito útil é encontrar confirmação de nossas qualidades nas palavras de outras pessoas.

Envolva nesse exercício amigos, familiares e conhecidos para nos ajudarem a erradicar nossas dúvidas.

Eles também nos ajudarão a ter uma opinião externa clara sobre como somos realmente percebidos por pessoas próximas a nós.

Dessa forma, podemos melhorar cada vez mais.

Também há exercícios de yoga que podem nos ajudar a desbloquear o chakra Manipura:

1- Agnisāra Kriyā

Frequentemente nosso fogo interno é fraco e mal alimentado. A maneira como vivemos e os alimentos que ingerimos são comparáveis a um combustível de pouca qualidade, que produz principalmente fumaça, que tende a sufocar as chamas em vez de alimentá-las.

O Agnisara Kriyā acende o fogo do chakra do plexo solar  e fornece vitalidade e energia.

Esse exercício deve sempre e somente ser praticado com o estômago vazio e, portanto, o melhor horário é de manhã antes do café da manhã.

Veja como fazer o exercício:

Fique na posição vertical com os pés ligeiramente afastados e inspire profundamente pelo nariz na área abdominal.

Dobre os joelhos levemente e coloque as mãos sobre eles; ao mesmo tempo, expire pela boca.

Agora, estique e relaxe os músculos do abdômen o mais rápido possível, possivelmente sem respirar, de 10 a 20 vezes

Inspire mais uma vez, volte à posição vertical e respire 2-3 vezes profundamente, relaxando. Em seguida, repita o exercício mais duas vezes.

Assim como o fogo é alimentado por um fole, o Manipura Chakra é constantemente estimulado por este exercício.

Com a prática diária, quaisquer camadas a mais de gordura debaixo da pele ao redor do abdômen vão diminuindo, juntamente com problemas circulatórios e digestivos.

Quaisquer problemas colaterais como dor de cabeça, cansaço, falta de concentração ou falta de desejo desaparecerão ao mesmo tempo

2 – Nauli Kriyā

Nauli Kriyā

Depois de praticar o Agnisāra Kriyā todos os dias por pelo menos três meses, você pode começar a praticar o Nauli Kriya. Essa prática só pode ser aprendida sob a orientação de um professor de Yoga, por isso desaconselhamos realizá-la por conta própria.

A técnica de Nauli consiste em vários exercícios respiratórios e movimentos através dos quais o intestino e os órgãos do abdômen são cuidadosamente massageados, e com a prática diária inúmeras doenças relacionadas a essa área podem ser evitadas.



VT-Post-Vanessa-Ramos
logotipo amazon

Marcello Salvaggio


Sou escritor e pesquisador nas áreas da religião, da literatura, do misticismo e da história.
Considero a espiritualidade a chave fundamental para o entendimento de nossas vidas, para encontrarmos o verdadeiro sentido de nossa existência, e todo meu trabalho é orientado nesse sentido.
Tenho livros publicados no Brasil e na Itália e sou formado em Letras pela USP e auricoloterapia pelo instituto EOMA, escola especializada em acupuntura e em outros ramos da medicina tradicional chinesa.
No campo da terapia e do aconselhamento, considero essenciais a empatia e o respeito ao livre-arbítrio alheio.


Veja também...

junho 1, 2021

O chakra coronário: Sahasrara

maio 24, 2021

Chakra frontal ou Chacra do 3º olho: Ajna Chakra

maio 17, 2021

O Chakra da Garganta: Chakra Vishudda
>