Árvore da Vida: conheça a origem e o significado desse símbolo

Conhecida na literatura cristã através da Bíblia, a Árvore da Vida fornecia a imortalidade por meio de seus frutos.

No relato no livro sagrado, conta-se que Deus havia colocado ela e a Árvore do Bem e do Mal no Éden. E que após Eva e Adão cometerem o pecado de comer do fruto proibido eles perderam o direito à vida eterna e a comer os frutos da imortalidade.

O símbolo da Árvore da Vida é muito popular e sua origem ainda é desconhecida.

Ele está em bijuterias, amuletos, brasões, agendas, paredes, quadros e tatuagens. As culturas greco-romana, fenícia, japonesa, persa, maia e azteca, por exemplo, também conheciam e utilizavam o símbolo para representar força e capacidade de ultrapassar dificuldades.

O Cristianismo associou durante seus primeiros anos que este símbolo era o mesmo da cruz de Jesus.

dúvidas no amor? faça agora uma consulta de tarot online

O simbolismo da Árvore

As árvores crescem durante vários anos passando por diversas fases como nós humanos. Com as raízes fixas no chão a árvore precisa de ar e água para respirar. Assim como nós precisamos de bases sólidas para nosso sustento.

Além disso, seus troncos crescem em direção ao céu e seus ramos espessos em folhagens representam bem os múltiplos caminhos que temos que escolher e percorrer ao longo da via até chegar o momento no qual vamos seguir em direção ao céu.

A Árvore da Vida representa imortalidade e fecundidade. É associada ao princípio da vida, a criação do universo, a ligação entre o submundo, a terra e o céu.

Conta-se no Antigo Testamento da Bíblia, na parte do Gênesis, que o primeiro casal de seres humanos – Adão e Eva – se alimentavam dos frutos desta árvore. No entanto, após eles comerem os frutos da outra árvore (a do bem e do mal) eles tornaram-se mortais e foram expulsos do paraíso.

Deus colocou anjos querubins para guardar a entrada do jardim do Éden e impedir o acesso dos dois a árvore dos frutos da imortalidade.

Uma passagem bíblica cita a forma como a árvore estava localizada: “No meio da sua praça e de ambos os lados do rio, estava a Árvore da Vida, que produz doze frutos, dando seu fruto, de mês em mês, e as folhas da Árvore são para a cura das nações.”

Ainda de acordo com a Bíblia, a mesma árvore é mencionada no livro que fala sobre o Apocalipse.

Há a referência sobre ela estar na cidade de Jerusalém e que será a salvação da humanidade garantindo a imortalidade novamente aos seres humanos.

A árvore é associada ao: equilíbrio, sabedoria, vitalidade, ligação entre o céu e a terra, imortalidade, expansão, elevação, purificação, criação, fecundidade, nutrição, conhecimento, abundância e crescimento.

Árvore da Vida: conheça a origem e o significado desse símbolo

Como outros povos utilizam esse símbolo?

Como foi dito no início do texto, o símbolo da Árvore da Vida é muito popular e sua origem ainda é desconhecida.

Diversas culturas, como a greco-romana e a japonesa utilizavam o símbolo em seus ritos. No Brasil, ele é muito utilizado em tatuagens.

Na cultura celta a árvore era um símbolo de proteção utilizados por monges. Ele também faz parte da astrologia Celta, na qual cada signo tinha a representação de uma árvore.

Era comum que os Celtas realizassem seus rituais em bosques (onde acreditavam ser o conjunto de árvores sagradas). O povo celta acreditava que as árvores possuíam alma e que os bosques eram templos nos quais se realizavam festas e cerimônias.

Os assírios tinham outras árvores com propriedades divinas, no entanto esta era a mais cultuada. Segundo a mitologia assíria, a árvore está ligada à deusa mesopotâmica Ishtar, que representa a fertilidade e a destruição. A mesopotâmia ficava onde hoje está o Iraque.

Já os judeus utilizam a Árvore da Vida Sefirótica composta por dez esferas interligadas que representam os atributos criados por Deus.

Estes precisam ser seguidos para encontrarmos a evolução espiritual.  O símbolo dessa árvore é representado invertido, ou seja, com as raízes viradas para o céu. A árvore da cabala também é representada pela palma, símbolo judaico.

Já os chineses abordam a árvore de forma diferente. Segundo suas tradições existem sete árvores e somente uma delas, a jade, possuía o fruto da imortalidade.

Ganhe pontos em todas as compras

Outras nomenclaturas da árvore da vida

A Árvore da Vida recebe também outros nomes: Árvore Celeste; Árvore do Mundo; Árvore Cósmica; Árvore do Esclarecimento; e Árvore do Conhecimento.

Gostou do artigo Árvore da Vida, comente e compartilhe em suas redes sociais.

Gratidão Paz e Luz